Vereador do PSL questiona orientação sexual do jornalista que revelou a troca de mensagens entre Moro e Dallagnol

O vereador do PSL de Rio Branco, N. Lima, chamou o jornalista Glenn Greenwald, que revelou a troca de mensagens entre o ex-juiz Sérgio Moro e o promotor federal Deltan Dallagnol, de “vagabundo”.

Na Câmara de Vereadores de Rio Branco, o parlamentar apresentou fotos em que o editor do site The Intercept, Glenn Greenwald, aparece com o companheiro e ridícula a situação. “Sabe quem é o cônjuge do cara, ‘a mulher’: é David Miranda. É isso que o PT defende”, ironizou N. Lima, que subiu na tribuna após o petista Rodrigo Forneck apresentar as conversas entre Moro e Dallagnol.

Para o líder do PSL, “o que eles querem é transformar o Brasil em país comunista, onde o vandalismo e a imoralidade são implantados nas famílias do país”.

Segundo N. Lima, o presidente da Ordem de Advogados do Brasil, no Acre, Erick Venâncio, é “comunista”, por ele ter assinado o documento do Conselho Nacional do Ministério Público que recomenda a investigação dos fatos apresentados pela reportagem do The Intercept.

“A mulher que trai o marido, quando se sente apertada, corre para todo lado para se defender. É o que vocês estão fazendo”, endossou o vereador.

Confira:

SEI_CNMP – 0233272 – Memorando

Por Mário Figueira – Juruá em Tempo