Vizinho é preso suspeito de estuprar criança de 6 anos no interior do Acre: ‘chamava de avô’, diz polícia

Um idoso de 73 anos foi preso preventivamente, nesta segunda-feira (22), suspeito de estuprar uma menina de seis anos, no município de Sena Madureira, interior do Acre. O crime teria ocorrido quando a criança foi deixada sob os cuidados do vizinho, a quem chamava de avô, segundo a polícia.

A prisão do idoso aconteceu após mais de 20 dias do registro da ocorrência na delegacia de Polícia Civil. O delegado Marcos Frank que comanda a investigação disse que a avó da criança fez o boletim de ocorrência no dia 30 de junho e aguardava a expedição do mandado de prisão.

Na delegacia, o homem negou a acusação e disse não conhecer a vítima, segundo informou o delegado.

“A criança foi deixada com ele, numa noite, enquanto a avó precisou sair, quando o idoso teria estuprado a menina”, disse o delegado.

Laudo confirmou abuso

Ainda segundo o delegado, a avó, que tem a guarda da criança, descobriu o abuso porque a menina estava com problemas quando ia ao banheiro e ao levar uma bronca contou que o avô [ como chamava o vizinho] tinha mexido em suas partes íntimas.

“A avó da criança disse que ela estava se queixando e tinha contado algumas coisas para ela. Então a criança foi atendida pelo psicólogo e fez o relato com vários detalhes. Foi feito o exame de corpo delito que atestou a prática libidinosa”, disse o delegado.

De acordo com Frank, a criança nem a avó souberam precisar quando teria sido praticado o ato. Mas com o relato e o resultado do laudo, foi pedida a prisão do suspeito.

“Ela tem seis anos e diante do que ficou comprovado, nós representamos pela prisão preventiva dele e foi deferida”, disse.

  • Com informações do Portal G1.