Rio Branco, Acre, 28 de outubro de 2020

“Se Cunha virar o delator, enterra o governo Temer”, afirma Jorge Viana

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

j.VianaO senador Jorge Viana (PT-AC)avaliou que a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki que suspendeu o mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), coloca o parlamentar mais próximo de uma possível delação premiada ,caso ele venha a ser preso pela Operação Lava Jato. Para Viana, uma possível delação de Cunha “enterra” um eventual governo do vice-presidente Michel Temer . “Se Eduardo Cunha decidir ser delator, ele será o maior delator e vai enterrar a nova República, o governo Temer”, disse Jorge Viana.

“Acho que hoje pode estar começando um processo que, aí sim, pode fazer a maior mudança na história política do Brasil. Hoje ele perdeu o mandato de deputado e a Presidência da Câmara. Se vier a ser condenado e preso, e virar delator, qual o tamanho do dano que isso pode causar a um eventual governo Temer e a seu partido?”, disse Viana.

“Eduardo Cunha é a maior autoridade que o PMDB tem, do ponto de vista parlamentar, do ativismo parlamentar, no Congresso Nacional. Ele tem uma capacidade maior do que seu próprio partido e o vice-presidente Michel Temer. A delação do senador Delcídio já fez um estrago enorme e está sendo questionada. Uma eventual delação do senhor Eduardo Cunha derruba a República”, observou.

Fonte: Brasil 247

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.