Rio Branco, Acre, 26 de outubro de 2020

Aliados querem a renúncia de Cunha na Câmara

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), têm sido pressionado por aliados para renunciar ao cargo, sob o argumento de que esse seria o único caminho para viabilizar uma negociação com partidos como o PSDB e o DEM em torno de sua situação na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).

Segundo a informação divulgada na coluna Poder da Folha de S. Paulo, Cunha, porém, continua rejeitando a tese e, a pessoas próximas, disse que não irá entregar o único trunfo que tem antes de ter certeza de que terá votos suficientes no colegiado a favor de seu recurso.

O impasse levou aliados de Cunha a trabalharem para retardar a conclusão do processo do deputado afastado na CCJ. O peemedebista recorreu à comissão contra decisão tomada pelo Conselho de Ética que recomendou a cassação de seu mandato.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.