Rio Branco, Acre, 28 de outubro de 2020

Catra é chamado de ‘machista’ ao dizer que só homem pode ser infiel

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Na última terça-feira (5), o funkeiro Catra participou do programa “Bate & Volta”, na Band, e, durante a entrevistadeu algumas declarações inusitadas. O músico confessou para a cantora Mara Maravilha, que também esteve na atração, o que ele pensa sobre as drogas e ainda admitiu que já usou cocaína.

“Na minha opinião entorpecente é lazer, quando deixa de ser lazer vira droga. Eu liberaria todas as drogas. O Brasil é um país que está em crise. A gente gasta milhões com segurança pública e os traficantes continuam ganhando milhões. Uma vez me lembro que cheguei em casa e minha filha Júlia era pequenininha. Eu estava drogado e não conseguia encostar nela. Me deu uma angústia. Depois disso eu parei. Eu dormi ‘chapado’ e acordei careta”, confessou.

“O ser humano não precisa de drogas, Catra. O ser humano precisa de Deus”, opinou Mara.

Conhecido por ter várias mulheres, Catra ainda defendeu a ideia de que só os homens têm o direito de trair. “Homem não trai, homem tem fraqueza. Quando vocês querem (sexo) de verdade, vocês cercam e atacam o homem. Você acha que é fácil se controlar? Cada vez tem mais mulheres no mundo. Como é que a gente vai se segurar? A mulher pode ter 300 relacionamentos, mas ela só vai amar um homem. Já o homem consegue se apaixonar por mais de uma mulher ao mesmo tempo”, declarou ele.

Nas redes sociais, as declarações do funkeiro não caíram tão bem e os internautas o chamaram de machista. “Ahhh agora tem um papo que só homem tem direito de trair. A mulher tem que ficar trancada, sem olhar para os lados”, disse uma mulher no Twitter.

Com informações de Notícias ao Minuto.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.