Rio Branco, Acre, 26 de janeiro de 2021

Gretchen fala sobre Anitta: ‘Ela é a Gretchen dos anos 2000’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Durante o programa ‘SuperPop’ desta quarta-feira (7), Gretchen comemorou 40 anos de sucesso e polêmicas participando do quadro Porta da Fama. Durante sua presença, a bela comentou sobre algumas celebridades e, ao ser questionada por Luciana Gimenez sobre uma possível intriga entre ela, a modelo Viviane Araújo e a cantora Anitta, a rainha do rebolado não economizou elogios ao citar a funkeira. “Ela é a Gretchen dos anos 2000. Com uma coisa a mais, né, canta muito mais do que eu, mas é incrível. Ela é a Madonna brasileira”, disse.

Além disso, Gretchen desabafou ao falar sobre dois políticos brasileiros: os deputados Jean Wyllys e Marco Feliciano. “Quando ele [Jean Wyllys] quis entrar na política eu acreditei nele, mas foi uma grande decepção”. Sobre o Marco Feliciano, a modelo foi enfática ao dizer que ele é “desprezível”. “A pessoa que é de Deus não julga. Só desejo que ele tenha um filho homossexual. O que a gente tem que conversar a gente conversa nos tribunais”, afirmou ao lembrar que o deputado já a criticou durante participação em um programa de TV.

Ainda na entrevista, Gretchen também defendeu a palmada na educação das crianças e agradece as que levou de seu pai. “Já apanhei muito dele. Hoje, que sou mãe, com a personalidade e integridade que possuo, agradeço as palmadas que levei dele porque, graças a isso, me tornei quem sou hoje”. E ainda confessou: “Eu trato meus filhos com o ‘não e acabou’. E, se precisar de umas palmadas, dou sim”.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.