Rio Branco, Acre, 23 de novembro de 2020

Alto salário e pouco futebol podem fazer United negociar Rooney

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Wayne Rooney parece perder cada vez mais espaço no Manchester United. Com a contratação de Ibrahimovic e o surgimento do jovem talento Rashford, o jogador acabou sendo recuado para o meio-campo e não vem tendo atuações convincentes nesta temporada. Pagando algo em torno de R$ 1,17 milhões por semana para o jogador, os Red Devils já avaliam as possibilidades de negociá-lo com mercados emergentes, como China e EUA, ao fim da temporada.

Segundo o Daily Mirror, o United estaria desesperado para se livrar de Rooney, entretanto, o grande salário do atacante pode complicar as tratativas do clube inglês. A China é vista como um destino possível justamente por conta do campeonato local possuir clubes capazes de bancar os vencimentos do atleta ou quem sabe até aumenta-los.

Já a Major League Soccer, destino de jogadores como Kaká, Pirlo, Lampard e Gerrard, pode agradar mais Rooney por conta de sua família, que teria menos dificuldades de se adaptar ao novo país uma vez que o idioma é o mesmo falado na Inglaterra.

O comissário da MLS, Don Garer, já admitiu que Rooney pode ser um dos alvos do mercado norte-americano na abertura da próxima janela. Basta saber se ele estará disposto a se transferir para um futebol inferior ao que está acostumado a jogar na temporada, à exemplo de Schweinsteiger, que também possui propostas para sair do Manchester United.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.