Rio Branco, Acre, 28 de setembro de 2020

Quase 80% dos pacientes de Covid-19 no Acre estão curados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Os números mais impactantes de uma pandemia são, naturalmente, os negativos. Os dados relacionados aos casos graves, de internações e intubações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), além das mortes, são os que chocam e repercutem, apesar desse cenário desolador nem sempre contribuir para as medidas de prevenção.

No entanto, paralelamente à tragédia de uma epidemia mundial de um vírus letal também existem os números positivos relacionados às vidas salvas de pessoas que venceram a luta contra o inimigo invisível. No Acre, esses sobreviventes já somam quase 80% do total de infectados e outros ainda seguem na luta pela cura.

Um dos momentos gratificantes da luta de pacientes e profissionais de saúde pela preservação da vida durante essa pandemia aconteceu em Xapuri, no dia 22 de julho passado, quando o senhor João Honório Matias, de 101 anos, recebeu a alta médica depois de mais de 15 dias de isolamento domiciliar lutando contra a covid-19.

Até o momento, dos 23.322 casos confirmados no Acre, 18.601 (79,7%) pacientes receberam alta por já ter cumprido os 14 dias e não estar mais apresentando os sintomas da doença. Contudo, 595 óbitos foram registrados no estado, com o município de Rio Branco apresentando o maior número: 377 mortes.

A maioria dos casos positivos de covid-19 no estado do Acre, segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, estão evoluindo sem complicações, não necessitando de internação, apenas com indicação de isolamento domiciliar por 14 dias para tratamento e recuperação.

Até a presente fase da pandemia, o Acre apresenta um coeficiente de mortalidade de 68,0 óbitos por 100 mil habitantes e de letalidade de 2,6%, sendo que o maior coeficiente de mortalidade se verifica no município de Assis Brasil (121,3/100 mil habitantes) e de letalidade em Rodrigues Alves (4,3%).

Com relação aos óbitos registrados no estado até a última atualização do Boletim Sesacre, 413 casos (69,4%) foram de pessoas com idade superior a 60 anos. De acordo com o gênero, 363 óbitos (61,0%) são de pacientes do sexo masculino e 232 (39,0%) do sexo feminino.

Por fim, dentre os 595 pacientes que perderam a luta contra o coronavírus, 400 (67,2%) deles tinham a confirmação de alguma doença preexistente, enquanto 195 (32,8%) das pessoas que evoluíram para morte não apresentavam qualquer histórico de comorbidades.

*Por Raimari Cardoso, do AC24horas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.