Rio Branco, Acre, 26 de janeiro de 2021

Into-AC: de obra inacabada a campo de batalha permanente para salvar vidas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O que dá para imaginar em um cenário de mata alta e com uma obra inacabada ao lado? E ainda, com um vírus invisível e sorrateiro infectando centenas de pessoas e levando dezenas delas à morte? O olhar sensível e o compromisso do governador Gladson Cameli com a população foi capaz de transformar, em um curto período de tempo, um lugar inóspito em uma estrutura para salvar vidas.

Construído em apenas um mês, o Hospital de Campanha de Rio Branco (HC) foi idealizado para que permaneça no pós-pandemia do coronavírus. Inaugurado em 15 de junho de 2020, cerca de 400 operários se empenharam para a conclusão da unidade, que possui um pavilhão de mil metros.

O HC fica nas dependências do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), para o qual o governador Gladson Cameli também determinou a conclusão da terceira fase no mesmo período, possibilitando que os acreanos tivessem o suporte necessário durante e depois da pandemia da Covid-19.

Primeiro desafio

Vegetação, terreno irregular e úmido foram os primeiros empecilhos que tiveram que ser vencidos pela equipe da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) para que o hospital fosse erguido. Em meio aos entulhos de uma construção antiga e capim, avistavam-se máquinas amarelas e homens trabalhando pela saúde da população.

“Governo e prefeitura se uniram para a construção dessa obra. Cada qual dentro da sua área de competência ajudando a erguer um hospital, porque, em alguns locais dentro da estrutura que já existia, o mato estava nas paredes e teto”, relata o secretário de Estado de Infraestrutura, Ítalo Medeiros.

A união faz força

O filósofo estoico Marco Aurélio diz que “o que fazemos em vida ecoa pela eternidade”, e assim segue o trabalho das secretarias e poderes, que, em união, trabalharam para dar continuidade aos avanços na área da Infraestrutura, Saúde e Segurança, com o apoio do Estado e Município para garantir um atendimento e tratamento seguro, confortável e rápido aos cidadãos.

“A união de todas as secretarias do Estado com as secretarias da Prefeitura conseguiu transformar um ambiente abandonado em um hospital de referência aqui no Acre”, completou Ítalo Medeiros.

O secretário chama a atenção ainda para a realidade de outros estados em que boa parte dos hospitais de campanha foram desativados: “Nós estamos com o nosso montado e preparado para receber os pacientes, e vamos nos adequando e vencendo qualquer limitação que possa aparecer. Precisamos também da ajuda da população em cumprir com os protocolos sanitários e de higiene para prevenção da Covid-19”.

Solário: contato paciente e família

Para promover o aspecto da humanização e aliviar a carga psíquica dos pacientes que estão em tratamento da Covid-19 no Into-AC, e que ficam dias sem contato com familiares, a equipe técnica do Estado e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente criaram uma ambientação paisagística para proporcionar mais vitalidade aos internos.

“Os pacientes já enfrentam dificuldade por conta da doença e do tratamento, e o paisagismo visa minimizar as questões psicológicas envolvidas. Então, a aérea de convivência é onde os pacientes tomam banho de sol, espaço que também cria a possibilidade de que fiquem um pouco próximos da família, com segurança e conforto”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente, Aberson Carvalho.

Covid-19: Prefeitura e Estado

Ítalo Medeiros elenca alguns pontos cruciais da parceria entre o Estado e Prefeitura: “A Secretaria de Meio Ambiente de Rio Branco entrou com paisagismo, a RBTrans com a sinalização, iluminação e limpeza”, pontuou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.