Rio Branco, Acre, 7 de março de 2021

Contra fechamento de agências, sindicato dos bancários do Acre decide greve

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Leandro Altheman.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Sindicato dos Bancários do Estado do Acre decidiu por maioria absoluta em assembleia realizada por vídeo conferência no fim da tarde desta sexta-feira, aprovar o estado de greve da categoria.

O estado de greve funciona como uma espécie de “Stand By”. Na medida em que os sindicatos dos bancários dos outros estados entrar em greve, os bancários do Acre irão aderir de maneira automática.

O movimento de greve é um protesto contra a decisão do governo de fechar agências e demitir cerca de 5 mil funcionários em todo país. No Juruá, serão fechadas as agências da Catedral, no centro de Cruzeiro do Sul, e a única agência de Mâncio Lima.

Ao todo, quatro municípios do estado estão perdendo agências, e em outros três, serão transformadas em pontos de atendimento.

“Essa decisão do governo federal vai precarizar mais ainda o atendimento vai aumentar as filas, e vai prejudicar todos os clientes do Banco do Brasil, então é contra isso que estamos lutando nesse momento”, disse o vereador de Cruzeiro do Sul, Elter Nóbrega (PROS). Elter é diretor licenciado do sindicato dos bancários e acompanhou a votação.

“Esse movimento é um protesto e uma resistência, para poder manter os trabalhos, trabalhadores e agências bancárias que o governo quer extinguir, possivelmente visando uma privatização”, disse.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.