Rio Branco, Acre, 3 de março de 2021

Governo do Estado veta projeto de reforma administrativa proposta pelo próprio Executivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governador Gladson Cameli (Progressistas) vetou integralmente seis projeto de lei aprovados pela Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). O curioso é que o Estado vetou a reforma administrativa, que previa uma economia de cerca de R$ 22 milhões com cortes de cargos comissionados, proposta pelo próprio Executivo

Os vetos e suas justificativas foram publicados na edição dessa terça-feira (19) do Diário Oficial do Estado (DOE).

No caso da reforma administrativa, a justificativa dada por Cameli foi que não é momento para cortes, uma vez que estado iniciou ações de imunização da população contra a Covid-19.

“Tendo em vista que o eixo mais relevante do projeto versa sobre profunda reestruturação orgânica das secretarias de estado, sem previsão de exceções, restou ponderado que, neste momento, a alteração dessas estruturas organizacionais poderia prejudicar a prioritária ação de governo, que é a imunização da população acreana em relação à doença Covid-19”, pontuou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.