Rio Branco, Acre, 1 de março de 2021

Marina detona o Governo Bolsonaro sobre a saída da Ford do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Desde que a Ford Brasil anunciou o fechamento de sua fábrica no Brasil, inúmeras lideranças políticas depositaram na conta do Governo Jair Bolsonaro (Sem partido) a culpa pela situação. A ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora do Acre, Marina Silva (REDE), também foi uma das lideranças que usou as redes sociais para se manifestar. 

“A saída da Ford do Brasil é um indicador econômico da necessidade urgente do governo estabelecer um plano de industrialização em sintonia com as exigências do nosso tempo, de uma economia voltada para a sustentabilidade”, escreveu.

Marina disse ainda que “Apesar dos inúmeros subsídios, a indústria automobilística não se reinventou e, nesse caso em particular, causará um enorme prejuízo para mais de 5 mil famílias de pessoas que perderão seus empregos, em um contexto de grave crise econômica e social”.

Por fim, a ex-ministra aproveitou a situação para dizer que o governo federal é incapaz de efetivar um plano de recuperação econômica que possa melhorar a situação do país. “O governo não consegue apresentar um plano efetivo de recuperação econômica. O fim do auxílio emergencial e o aumento do desemprego são um drama na vida de milhões de brasileiros e as consequências mais drásticas serão para aqueles em situações de maior vulnerabilidade”, concluiu.

Nesta terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que lamenta a perda de empregos que será causada pela decisão da Ford de encerrar a fabricação de automóveis no Brasil, mas disse que a empresa não fala a “verdade” e que queria subsídios para continuar no país.

“Lamento os cinco mil empregos perdidos — disse Bolsonaro a apoiadores, na saída do Palácio da Alvorada. — Mas o que a Ford quer? Faltou a Ford dizer a verdade. Querem subsídios. Vocês querem que continuem dando R$ 20 bilhões para eles, como fizeram nos últimos anos? Dinheiro de vocês, do imposto de vocês”, declarou Bolsonaro.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.