Rio Branco, Acre, 3 de março de 2021

Operação da Polícia Federal investiga fraudes em licitações de merenda escolar no interior do Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações G1 Acre
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira (20), nas cidades Brasileia e Epitaciolândia, no interior do Acre, durante a operação “Metáfora”, que investiga suposta fraude à licitação de venda de merenda escolar.

A PF informou que a operação tem como objetivo investigar fraude que resultou na celebração de dez contratos entre o Estado do Acre e uma cooperativa no período entre 2016 e 2019. Segundo as investigações, uma empresa usava a cooperativa para obter vantagens.

“A investigada se utilizou de legislação criada para estimular a agricultura familiar, a qual prevê a contratação de cooperativas para fornecimento de alimentos por meio de chamamento público, desde que ela preencha alguns requisitos. Ocorre que a sociedade anônima, por flagrantemente não os preencher, utiliza-se da cooperativa, sendo aquela a verdadeira beneficiária dos contratos entre esta e o Estado do Acre”, informou a PF.

O G1 entrou em contato com o governo do estado e aguarda resposta.

Operação Metáfora

O nome metáfora representa uma figura de linguagem, em que há a transferência do significado de uma palavra para outra. Nesta operação, o desvio de finalidade do dinheiro público através de fraudes em licitações e contratos representa essa “metáfora”: algo que deveria representar um benefício à sociedade e ao contribuinte, sendo utilizado em benefício de particulares e suas empresas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.