Rio Branco, Acre, 2 de março de 2021

PM flagrado afirmando que jovem tem ‘cara de ladrão’ durante abordagem é retirado das ruas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O policial militar que disse “você tem cara de ladrão, vai ser ‘enquadrado’ dez vezes” a um jovem durante uma abordagem em Santos, no litoral de São Paulo, será remanejado para atividades administrativas, sem contato com o público, até que as apurações do caso sejam concluídas. A informação foi confirmada pela PM ao G1 neste sábado (23). A ação do policial foi filmada pelo rapaz abordado, o operador de loja Lucas Costa de Araújo, de 23 anos, e repercutiu na web.

De acordo com a PM, os fatos observados nas imagens, preliminarmente, contrariam os procedimentos operacionais, bem como os princípios e valores preconizados pela instituição, e serão objeto de rigorosa análise.

O caso ocorreu quando o jovem, que trabalha durante a madrugada em um supermercado, voltava do serviço pela ciclovia, no início de janeiro deste ano. No trajeto, ele foi ‘enquadrado’ por policiais militares e resolveu gravar, por ser a 4ª vez que era abordado no ano.

No vídeo, é possível ouvir a conversa entre o PM e o jovem. Primeiro, o policial o questiona: “Por que que você tá revoltado aí? [sic]”. Em seguida, o jovem olha e diz: “Porque é o quarto ‘enquadro’ que eu levo esse ano [sic]”. O PM responde: “Fod*-**, tu tem cara de ladrão, tu vai ser enquadrado dez vezes, você tá escutando? [sic]”.

Conforme explica o ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, qualquer policial que cometa algum tipo de conduta inadequada, abusiva, envolvendo a atividade policial, está sujeito a um procedimento administrativo interno, formalizado e efetuado pela Corregedoria, que deve apurar os fatos. “O policial terá direito a defesa, e ao fim do processo, pode vir a sofrer alguma sanção. Então, do ponto de vista dos procedimentos que se esperam, a atitude da Polícia Militar nesse caso foi correta, afastou o policial”, diz.

“É lamentável, evidentemente, um agente público, um policial, fazer juízo de valor sobre a caracterização física de uma pessoa. É aquele velho ditado, não julgue o livro pela capa, mas sim, pelo conteúdo. O policial constrangeu o cidadão, de forma preconceituosa e desrespeitosa, ao afirmar que ele tinha cara de ladrão. Evidente que o policial acaba um pouco, infelizmente, repercutindo estereótipos sociais, que são muito disseminados culturalmente. Isso é inadmissível, não podemos concordar com esse tipo de coisa”, destaca o ouvidor.

Jovem gravou abordagem de PM e momento em que foi ofendido em Santos, SP — Foto: Reprodução

Jovem gravou abordagem de PM e momento em que foi ofendido em Santos, SP — Foto: Reprodução

Lopes ainda destaca que é preciso encontrar mecanismos para que situações como a ocorrida com o Lucas não se repitam. “Eu penso que o policial deve fazer um novo treinamento. É preciso capacitá-lo, para ele saber que não pode haver distinção entre os seres humanos, que as pessoas são inocentes até que se prove o contrário, que seja julgado. Acho que tudo isso também faz parte dessa cultura que estamos vivendo, que a priori a gente já vai culpando as pessoas”, destaca.

Segundo Lopes, já foi pedida a abertura de procedimento para indagar a Corregedoria e o comando da polícia sobre as providências com relação ao caso.

O jovem abordado pelo PM na filmagem relatou ao G1 que, depois do ocorrido, passou a fazer terapia, e que agora faz o trajeto de ida e volta ao trabalho de ônibus. “Durante a semana em que aconteceu o caso, me senti horrível, agora, estou ficando um pouco mais tranquilo”, diz.

Por meio de nota, a Polícia Militar destacou, também, que a abordagem policial é uma das principais ações preventivas, sendo necessária para a descoberta de objetos ilícitos, drogas e para retirar armas de fogo irregulares de circulação. Segundo a corporação, devido à ação da PM e às buscas pessoais realizadas, a região das orlas de São Vicente e Santos não registraram ocorrências de roubo em 2021.

Porém, a PM destaca que as buscas pessoais devem ser realizadas dentro de parâmetros técnicos e em total observância aos Procedimentos Operacionais Padrão (POP), que são pautados no respeito às pessoas e na da legislação vigente.Lucas afirma que gravou abordagem porque aquele foi o 4º 'enquadro' que levava este ano em Santos, SP — Foto: Reprodução

Lucas afirma que gravou abordagem porque aquele foi o 4º ‘enquadro’ que levava este ano em Santos, SP — Foto: Reprodução

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.