Rio Branco, Acre, 7 de março de 2021

Polícia prende acusado de mandar matar empresário para roubar Hilux na divisa do AC e RO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Latrocínio ocorreu em agosto de 2020 e idoso de 68 anos foi estrangulado até a morte após ser atraído para emboscada na sua própria fazenda em Nova Califórnia

A Polícia Civil do distrito de Extrema prendeu, no último domingo (dia 17), um homem identificado pelas iniciais A. A. da S., de 26 anos, no distrito de Nova Califórnia, contra quem havia um mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Porto Velho.

O mandado de prisão foi expedido após as investigações conduzidas pelo Delegado Odair Roberto Almeida, titular da 9ªDP de Extrema, concluírem que o investigado atuou como mandante do crime, que contou com a participação de outras 5 pessoas, sendo uma delas uma adolescente de 16 anos. A prisão foi efetuada por uma equipe de apoio da 2ªDP de Porto Velho, que atua na Operação Hórus na Ponta do Abunã, comandado pela Delegada Keyte Mota.

Segundo as investigações, o detido era investigado por suspeita de participação no latrocínio ocorrido no dia 23 de agosto de 2020, no Distrito de Nova Califórnia, ocasião em que foi subtraído um veículo camionete Hilux, pertencente à vítima, o empresário Roque Meazza.

No dia do crime, a vítima de 68 anos dirigiu-se a sua fazenda por volta das 18h, momento em que foi seguido e monitorado pela quadrilha, que estava de olho em sua camionete. A família deu falta do idoso por volta das 20h, quando então iniciaram a procura, vindo a encontrá-lo já sem vida, em sua fazenda, vítima de estrangulamento.

A Polícia Militar recebeu a informação de que a adolescente J. da S. de O. S teria participado do crime e estaria em um hotel, na companhia de seu marido A. S. P, de 21 anos. Os dois foram presos e apreendidos em flagrante. Após a prisão do casal, a polícia efetuou a prisão de outros três envolvidos no crime, não conseguindo encontrar somente o mandante A. A. da S.

O delegado responsável pelas investigações representou pela prisão preventiva do suspeito, concluindo o inquérito policial no último domingo, com o cumprimento do mandado de prisão. A. A. da S. foi encaminhado ao presídio de Porto Velho/RO, onde aguardará julgamento juntamente com os demais membros da quadrilha, podendo ser condenado, cada um, a uma pena de prisão que pode variar de 20 a 30 anos.

Com informações do site Extrema24horas

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.