Rio Branco, Acre, 25 de fevereiro de 2021

Programa de proteção a menores ameaçados de morte repassou R$ 1 milhão para o Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações Ac24horas
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM) destinou R$1 milhão para o Acre em 2020. Mantido pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, o programa tem o objetivo de proteger, preservar e promover a vida daqueles que estão em situação de risco de morte e, também, de seu núcleo familiar.

No país, foram investidos R$ 14,8 milhões que beneficiaram a 141 crianças e adolescentes e 294 familiares, totalizando 435 pessoas. Iniciativa de destaque. Além do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco , Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A identificação da ameaça e a solicitação de inclusão no PPCAAM são realizadas por meio do Poder Judiciário, do Ministério Público, das Defensorias Públicas, e dos Conselhos Tutelares caracterizados como ‘portas de entrada’. Estas instituições são responsáveis também pela fiscalização e aplicação da garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

O Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte possui o maior orçamento entre as iniciativas da secretaria. Os recursos são aplicados em parceria com os estados.

Nos estados que não ofertam a iniciativa, o Núcleo Técnico Federal (NTF) assume o atendimento dos casos, realizando o que for necessário para que o protegido e a sua família tenham sua vida e seus direitos garantidos.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.