Rio Branco, Acre, 21 de abril de 2021

Em meio à pandemia, festa de aniversário com cerca de 50 pessoas é encerrada em Manaus

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do G1.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Uma festa de aniversário clandestina com cerca de 50 pessoas foi encerrada na noite deste sábado (27), em Manaus. De acordo com a polícia, entre os participantes do evento, também haviam menores de idade. Foram apreendidas várias bebidas alcoólicas e um veículo.

O Amazonas enfrenta colapso com hospitais lotados por conta da pandemia da Covid-19 e, por isso, todo e qualquer tipo de evento está suspenso. Até este sábado (27), o estado registra mais de 315,5 mil casos confirmados e mais de 10,8 mil óbitos.

Neste sábado (27), foram prorrogadas as medidas de restrição de circulação de pessoas, de 19h às 6h, no Amazonas até 7 de março. O novo decreto publicado pelo Governo do Amazonas autorizou apenas o funcionamento de academias e similares, no horário das 6h às 11h, de segunda a sábado, com limite de 50% da capacidade.

Conforme dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), a taxa de transmissão (Rt) do novo coronavírus também ainda requer atenção.

A festa clandestina acontecia no no Ramal da Savana, bairro Tarumã, Zona oeste da capital e foi encerrada durante a “Operação pela Vida”.

A denúncia da festa clandestina foi recebida por agentes do Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (NEOT), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), e por policiais militares do Comando de Policiamento de Área (CPA) centro-oeste.

“Pedimos que uma viatura fizesse o reconhecimento antecipado. Chegamos no local e constatamos, realmente, essa aglomeração”, disse o tenente-coronel Augusto Cézar, que coordenou a operação.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), um participante da festa, que apresentava sinais de embriaguez, se recusou a fazer o teste do bafômetro, e apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com categoria incompatível com o veículo que conduzia. O carro foi removido ao parqueamento do Detran-AM.

Além disso, uma mulher de 31 anos, proprietária do espaço, foi responsabilizada, segundo a polícia.

“A responsável pela festa bem como todos que foram encontrados aqui foram conduzidos para a Delegacia-Geral e responderão pelo crime de desobediência e infração relacionada ao Art. 268 do Código Penal”, explicou a delegada Kelene Passos.

Todos os envolvidos foram detidos e conduzidos à central de flagrantes, que funciona na Delegacia-Geral da Polícia Civil, assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e irão responder por descumprimento de medida sanitária e crime de desobediência. O crime é passível de multa estipulada por um juiz.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.