Rio Branco, Acre, 11 de maio de 2021

Ayahuasca tem potencial terapêutico para tratar depressão, diz estudo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Parece que mais um caminho vem surgindo para o tratamento do Transtorno Depressivo, é o que indicam novos estudos a respeito da Ayahuasca – chá, com potencial alucinógeno, feito a partir de uma mistura de ervas amazônicas, consumido por povos indígenas e religiosos da Amazônia.

Os dados foram divulgados em uma reportagem do site UOL, nesta quinta-feira (22).

Os novos estudos, embora promissores, causam certa preocupação entre os defensores do povos nativos e da preservação ambiental.

“O desenvolvimento de novos tratamentos com derivados sintéticos da substância, que devem chegar ao mercado através de patentes farmacêuticas, acende o alerta de que, mais uma vez, o conhecimento tradicional não terá o devido reconhecimento”, diz um trecho da reportagem.

“O comportamento se repetiu ao longo da história. Muitos produtos comerciais já foram desenvolvidos a partir do conhecimento indígena sem que comunidades levassem algo por isso, do histórico guaraná ao adoçante estévia, usado pelos guarani, entre outros, como guaco, açaí e jambu, tratados como “conhecimento difuso” e “sem dono””, continua.

Procurado pela reportagem do ContilNet, o mestre representante do Núcleo Jardim Real, da União do Vegetal em Rio Branco, Antônio Gomes, comentou que é preciso ter muita cautela na afirmação de que a substância, também usada nas celebrações de sua religião, deve ser usada para o tratamento de uma das doenças mais temidas e mais diagnosticadas no século XXI.

“Nós seguimos aquilo que diz a ciência nesse sentido. Não há, até o momento, estudos científicos que apontem a Ayahuasca como tratamento da depressão e, por isso, precisamos ter cautela nas afirmações”, destacou.

Antônio disse que seu posicionamento não invalida os relatos feitos por pessoas que já sofreram com a doença e obtiveram melhoras em seus quadros. Algumas afirmam ter recebido a cura pelo chá, de acordo com o religioso.

“Muitas pessoas já afirmaram que foram curadas pela Ayahuasca em vários quadros patológicos, incluindo a depressão. Isso não pode ser invalidado, mas considerado para que continuemos a pesquisar e se aprofundar nos efeitos que o chá tem. O fato é que há comprovações robustas sobre os efeitos que a Ayahuasca tem no bem estar das pessoas”, finalizou.

  • Por Everton Damasceno, do Contilnet.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.