Rio Branco, Acre, 11 de maio de 2021

MPAC entrega mais donativos para população de Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Assessoria.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Através da campanha “SOS Acre”, a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, entregou nesta quinta-feira, 22, em Cruzeiro do Sul, donativos contendo 400 cestas básicas, 2 mil kits com álcool em gel e 2 mil sabonetes que serão distribuídos às famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da Campanha “Juruá Solidário”, desenvolvida pelo gabinete da primeira-dama do município, Lurdinha Lima.

A campanha SOS Acre,idealizada pelo MPAC e desenvolvida com o apoio de diversos parceiros, já arrecadou mais de R$ 1,5 milhão possibilitando ajuda humanitária a milhares de famílias acreanas.

“O Ministério Público vai estar sempre à disposição da sociedade. Cruzeiro do Sul é o segundo maior município do nosso estado e seus cidadãos sempre poderão contar com a nossa instituição, seja nas questões jurídicas, seja nas ações solidárias. Nos momentos mais delicados o Ministério Público estará lá para atender a nossa população”, disse a PGJ.

Também estiveram presentes, o secretário-geral do MPAC, promotor de Justiça Rodrigo Curti; os promotores de Justiça Ildon Maximiano e Leonardo Honorato; o prefeito Zequinha Lima e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), deputado estadual Nicolau Júnior.

Entrega do Cartão “Auxílio do Bem”

Na parte da tarde, a procuradora-geral de Justiça e demais membros do MPAC, também acompanharam a entrega do cartão “Auxílio do Bem”, feita pelo governador Gladson Cameli. A ação trata-se de um projeto de transferência de renda para famílias em vulnerabilidade social. Durante três meses, inicialmente, as pessoas que estão em dificuldades econômicas, devido aos desdobramentos da pandemia da Covid-19, poderão sacar o valor de R$ 150 reais.

A aprovação do benefício teve o apoio da Aleac e sua fonte de recursos é um empréstimo junto ao Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), de R$ 9,5 milhões, e o objetivo é que a levar ajuda a 18.880 famílias consideradas invisíveis do ponto de vista social.

“Parabéns ao governo e a Assembleia Legislativa pela execução desse projeto que certamente leva um alento às famílias que estão sofrendo economicamente com essa situação de crise gerada pela pandemia. O Ministério Público está à disposição para ajudar no que for preciso”, disse a PGJ.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.