Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

AC alcança pontuação máxima em escala de transparência sobre combate à pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governo do Acre alcançou pontuação máxima numa escala sobre transparência em relação à campanha de combate à pandemia do coronavírus. A pontuação é de uma escala que vai de 0 a 100 pontos em relação à transparência e a gestão do combate à pandemia. O Acre está ao lado do Rio Grande do Sul com a mesma pontuação.

É o que revela pesquisa coordenada pelo doutor em Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Fabiano Maury Raupp, que também é professor Associado do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e membro do Observatório de Finanças Públicas (Ofip).

A pesquisa foi feita a partir de informações coletadas do Portal de Transparência do Estado do Acre, onde é público o acesso de vacinas, recebidas, distribuídas e aplicadas, além da divulgação da população-alvo e grupos prioritários para vacinação. “Nossa intenção é monitorar a transparência dos Estados na vacinação contra a Covid-19. Buscaremos aperfeiçoar o modelo e, neste sentido, novos critérios poderão ser adicionados à análise”, disse o pesquisador. “Ficamos felizes com o resultado do Estado do Acre, que alcançou pontuação máxima”, destaca o autor da pesquisa, professor Fabiano Raupp.

Os números da pesquisa joga por terra campanha de difamação contra o Governo do Estado que vem sendo orquestrada pelo vice-governador Wherles Rocha em relação às verbas enviadas pelo Governo Federal e a gestão estadual para o combate à pandemia do coronavírus. Ao contrário do que o vice-governador tem denunciado aos órgãos de controle, incluindo o Tribunal de Contas da União, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, o Estado governador por Gladson Cameli, a quem Rocha passou a perseguir, é destaque quando o assunto é transparência em relação às informações relativas à doença e aplicação de recursos em seu combate.

A pesquisa faz parte de um conjunto de estudos que é realizado sobre transparência no âmbito do Observatório de Finanças Públicas, é o que afirma a membro do Observatório de Finanças Públicas (Ofip), Ana Rita Silva Sacramento. Neste caso, o cre é o único estado com pontuação máxima. “Na semana passada completamos o terceiro levantamento. Nele, o Estado do Acre agora divide a primeira posição, pontuação máxima (100 pontos), com o Estado do Rio Grande do Sul. De fato, os Estados do Acre e do Rio Grande do Sul poderiam ser utilizados como benchmarking pelos demais Estados, inclusive já tivemos uma primeira publicação no Estadão.”, ressalta a doutora Ana Sacramento.

O Portal de Informações sobre o Combate à Covid-19 é de responsabilidade do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde, com informações fornecidas pelo Programa Nacional de Imunizações – PNI/AC.
“O objetivo é mostrar em tempo real as informações referentes à aplicação de recursos para Covid-19, números absolutos, informações sobre o recebimento e distribuição de vacinas, bem como orientações sobre os efeitos da pandemia no Acre”, disse o chefe do Departamento de Tecnologia da Informação da Sesacre, Paulo Sérgio Lima Cavalcante.
Para disponibilizar esses painéis, a Sesacre usa ferramentas de Business Inteligence para conectar dados de diferentes bases locais e nacionais (Ministério da Saúde), disponibilizando-as para a população de modo geral através do Portal.

A dimensão granularidade contempla apenas um critério, a localização, que recebe Peso 3 na composição do Índice. Já a dimensão formato avalia os critérios visualização, formato aberto e série histórica, e cada critério recebe Peso 5 na composição do Índice.
O ITVC-19 adotou a escala de 0 a 100 do ITC-19 (OKBR), na qual zero é atribuído ao Estado menos transparente, e 100 ao mais transparente. Os níveis de transparência foram definidos a partir de intervalos de pontuação, sendo os seguintes: opaco (0 – 19); baixo (20 – 39); médio (40 – 59); bom (60 – 79); alto (80 – 100).

Com informações ContilNet

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.