Rio Branco, Acre, 16 de junho de 2021

Com soja pesando na balança do Acre, saldo de exportações em 2021 é o maior desde 1997

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Segundo o relatório do Ministério da Economia, o Acre importou US$ 199.517 mil em produtos no mês de abril de 2021, o melhor resultado para um mês de abril desde 2018.

As importações se limitaram a poucos produtos, sendo os dois mais representativos a castanha proveniente do Peru, além de produtos tonantes orgânicos sintéticos, que gerou importação de US$ 55.206, vindos da Turquia.

O Peru foi o principal importador do Acre, com $79.887 adquiridos naquele mês, seguido da Turquia ($55.206), China ($37.602), Estados Unidos ($14.055) e Bolívia ($12.767).

Ainda em abril as exportações do Acre foram impulsionadas pela soja, produto que começa a destacar na balança comercial do Estado, que US$ negociou 2,448 milhões do grão.

No geral, o Acre exportou US$ 6,762 milhões e importou US$ 200 mil, resultando em um saldo na balança comercial de US$ 6,562 milhões.

O Ministério da Economia também revisou as exportações do Acre de março e o valor foi acrescido em mais de US$ 573 mil. Com os resultados de abril e o reajuste de março, o saldo do quadrimestre é o maior já registrado pelo Acre desde 1997, quando se iniciaram os registros do comércio exterior, superando o saldo do mesmo período em 2018, que foi de US$ 12,204 milhões.

Com os dados de abril, o Acre fechou o primeiro quadrimestre de 2021 com um saldo recorde de US$ 19,302 milhões. O saldo de 2021 já supera em mais de 82% o do mesmo período em 2020.

Os dados foram compilados pelo Fórum de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

  • Por Edmilson Ferreira.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.