Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Gladson toma café com os Sales e sela paz: “ele veio atrás do MDB que tem voto”, diz Vagner

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governador Gladson Cameli (Progressistas) tomou café com a família Sales, em Cruzeiro do Sul, na manhã deste domingo, 16, em claro indício de uma reaproximação política com o primo de segundo grau, ex-prefeito e deputado Vagner Sales, visando uma possível aliança para as eleições de 2022. Eles tiveram um afastamento no início da gestão de Cameli. 

A deputada estadual Antônia Sales e o filho deles, Fagner Sales , ambos do MDB, também estiveram no café, realizado na Fazenda Piracema, da propriedade da família Sales. O secretário de Estado da Fazenda,  Rômulo Grandidier, que também é de Cruzeiro do Sul, participou do encontro. Já a deputada federal Jéssica Sales não esteve no café.

Após apertos de mãos e abraços com Vagner Sales, Cameli deu um recado aos presentes: “Eu estou paquerando o Vagner e só saio de perto se ele não quiser”. Em resposta,  Sales disse: “aqui é amor antigo, não é de hoje não”, aos risos. 

Com cerca de duas horas de conversa, Gladson saiu do local satisfeito e sorrindo. “Está tudo certo”, comemorou. Com seu estilo simples e direto, Vagner disse que o encontro foi o início promissor de uma reaproximação política. Ele afirma que a gestão de Cameli e o “governo do fuxico” foi que os distanciou.

“O Gladson tirou meu pessoal do governo, mas disso ainda não tratamos.  Ele  tinha ido atrás do MDB sem voto. Agora, ele veio procurar o MDB com voto, que é o meu,  da Antônia,  Meire, Mazinho e Roberto Duarte”, declarou.

Sales destaca que foram 29 anos na oposição ao PT e o projeto deve ter continuidade. Para ele,  a filha, deputada federal Jéssica Sales poderá ser uma boa vice para Gladson ou uma candidata ao Senado.

A deputada Antônia Sales lembra que ela e a filha, Jéssica, tiveram juntas 40 mil votos.  “É preciso respeitar esses votos e qual governante não quer?”, indagou ela.

Vagner concluiu avisando que as conversas vão prosseguir. “Nós somos família e vamos seguir nessa conversa sim, mas nada é definitivo”.

Com informações Ac24horas

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.