Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Pescador que sofre de Alzheimer desaparece e fica três dias perdido em mata no interior Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do G1.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O ribeirinho e pescador Raimundo Augusto Lopes, de 66 anos, passou três dias desaparecido na mata em Sena Madureira, no interior do Acre, após sair de casa e não conseguir mais voltar. Segundo a família, ele sofre de Alzheimer e não sabe explicar o que aconteceu.

A filha do pescador, Antônia Lopes, disse que o pai gosta de andar e sempre costuma sair, mas, no último sábado (8), não voltou mais e só foi localizado nessa segunda-feira (10), a pelo menos um quilômetro de distância de casa.

“Ele sofre de Alzheimer e costuma sair de casa com frequência e a gente vai atrás e traz de volta, só que dessa vez, a gente foi a procura e não encontrou. Quem viu foi minha vizinha”, contou.

Antônia disse ainda que a vizinha viu ele passando e ligou para um amigo e conseguiram levar ele e volta para casa. ‘Vieram deixar pra gente.”

Devido o costume de descer pro porto, a família chegou a pensar que ele pudesse ter se afogado. Os bombeiros informaram que foram vistas pegadas do pescador às margens do rio Iaco e uma equipe de mergulho foi deslocada para fazer as buscas, porém, ele foi localizado por moradores e a ação suspensa.

“Estava um pouco [debilitado]. Foi um susto enorme, mas, agora está bem graças a Deus”, concluiu a filha.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.