Rio Branco, Acre, 17 de junho de 2021

Ponte sobre o Rio Madeira pode ganhar o nome de bispo que atuou no Acre; Bolsonaro é contrário

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Inaugurada a mais de 15 dias, a ponte do Abunã ainda não tem um nome definido. A inauguração contou com a presença de políticos do Acre e de Rondônia e com o presidente Jair Bolsonaro.

Duas sugestões de nomes foram enviadas ao congresso nacional. Uma delas pelo deputado Mauro Nazif (PSB/RO), que sugeriu o nome do arcebispo emérito de Porto Velho, Dom Moacyr Grechi, falecido no ano de 2019. A outra sugestão é do senador Marcos Rogério (DEM/RO), que propôs o nome Paulo Nunes Leal, um político que foi governador do Território Federal de Guaporé e do Território de Rondônia.

Por ser uma obra federal, todas as sugestões devem passar pelo legislativo. Os nomes já foram analisados por comissões no Senado e na Câmara, mas ainda não foi decidido.

Durante seu discurso na inauguração Bolsonaro sugeriu que a ponte ganhasse o nome do engenheiro Francisco Thiago Correia Modesto, que trabalhou na construção, mas aos 31 de idade sofreu um acidente de trânsito em Mato Grosso e veio a óbito.

Sobre a Ponte

A ponte teve sua construção iniciada em 2014, com um investimento de R$154 milhões. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) foi o responsável pela obra sobre o Rio Madeira, com 1.450 km de extensão.

Ainda que esteja localizada em território rondoniense, a ponte é um antigo sonho dos acreanos que se torna realidade. Além de dar fim a travessia de balsa naquele trecho da BR-364, ainda conecta o Acre definitivamente com malha da rodoviária federal. Uma obra de extrema importância para o desenvolvimento econômico da região e para a integração nacional, ligando, definitivamente, o restante do Brasil, via Acre aos portos do Pacífico.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.