Rio Branco, Acre, 30 de julho de 2021

Acre tem déficit de quase R$ 2 milhões por prejuízos em desastres naturais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Apesar dos enfrentamentos da pandemia causada pela Covid-19, a sociedade brasileira também lida com outros fenômenos naturais; dentre eles, as inundações, alagações, deslizamentos, secas, incêndios florestais entre outros. De janeiro a dezembro de 2020, aproximadamente R$ 62,5 bilhões foram destinados para o auxílio e combate dessas causas.

No estado do Acre, os prejuízos atingiram R$ 1.947.692,00, sendo as enchentes dos rios foram apresentadas como as principais causados de tal prejuízo; segundo dados da Confederação Nacional de Município (CNM).

Ao longo do ano de 2020, 13.065 decretos foram registrados indicando Situação de Emergência (SE), de acordo com a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional (Sedec/MDR). Desses, 9.348 foram reconhecidos, 3.432 estão sendo analisados e 285 não foram aceitos pelo poder público federal.

Os dados apontam que mais de 41 milhões de pessoas foram afetadas pelos desastres decorrentes de tempestades, ciclones, alagações, inundações, deslizamentos, entre outros. Cerca de 235 pessoas morreram e as chuvas excessivas deixaram mais de 96.535 mil pessoas desabrigadas e 306.035 desalojadas.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!