Rio Branco, Acre, 20 de junho de 2021

Brasil reage após 1º set ruim, vira sobre Itália e ganha a 5ª na Liga das Nações

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Muito mais exigida do que nos jogos anteriores, a seleção feminina de vôlei teve dificuldade, sofreu um apagão no primeiro set, mas reagiu, derrotou o jovem time da Itália de virada por 3 sets a 1 nesta quarta-feira, em Rimini, com parciais de 19/25, 25/15, 25/19 e 25/19 e fechou de forma positiva a segunda semana da Liga das Nações.

 A seleção brasileira fez um primeiro set ruim, oscilou durante o jogo, mas conseguiu se reinventar a partir das modificações do técnico José Roberto Guimarães e, mais do que o triunfo, levou algumas lições do duelo diante do time alternativo da Itália, que preferiu preservar as atletas principais para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A ponteira italiana Melli foi a maior pontuadora da partida, com 19 pontos. Tandara e Rosamaria, esta que é oposta, mas saiu do banco para atuar como ponteira em quadra, viraram 17 bolas cada uma e Carol, 14, sendo cinco de bloqueio.

Carol se destacou mais uma vez. Além da pontuação, a central mostrou domínio em todos os fundamentos e foi essencial para a virada brasileira em Rimini. Outra que entrou bem e teve papel importante para mudar o panorama do duelo foi Roberta, que substituiu Macris ainda no primeiro set e, assim como Rosamaria, ficou até o final na partida. As duas colaboraram para a equipe crescer no jogo e ganharam pontos por um lugar no time que disputará a Olimpíada em Tóquio.

Mesmo sem suas principais jogadoras, a seleção italiana mostrou ser uma equipe valente, com bom volume de jogo e jogadoras talentosas no ataque, como Mingardi e Melli.

Com cinco vitórias em seis jogos, o Brasil se manteve na terceira colocação da competição e se aproxima da classificação às semifinais. A Itália é a 15ª colocada.

A seleção brasileira tem três dias para descansar e treinar e começa a terceira semana da Liga das Nações no próximo domingo, contra a Sérvia, às 10 horas (de Brasília). Na segunda, enfrenta a Bélgica, às 16 horas e, na terça, tem pela frente a China, às 11 horas.

Fonte: Estadão

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.