Rio Branco, Acre, 31 de julho de 2021

Estado leva ações de assistência social ao Vale do Juruá

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A secretária de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), Ana Paula Lima, esteve presente na última quinta-feira, 10, no Centro Educacional Unificado (CEDU) de Cruzeiro do Sul para prestigiar a capacitação da construção do Plano Municipal de Assistência Social.

A capacitação, que foi realizada pelo Departamento da Gestão do Sistema Único de Assistência Social (DGSUAS), tem como objetivo fortalecer o município para que as suas ações, programas e serviços estejam de acordo com as regras da Secretaria Nacional de Assistência Social. Durante esta semana, todo o Alto do Juruá foi contemplado com a capacitação.

A segunda visita foi na Fundação Nacional do índio (Funai). A secretária e a equipe técnica da SEASDHM foram recebidas pelo coordenador geral do Juruá, Marcos Gimenes e pelo coordenador substituto e chefe de divisão, Jairo Lima. O intuito da visita foi fortalecer a parceria de diálogos entre SEASDHM e Funai para garantir a integridade dos serviços e programas de forma transversal.

“É importante mantermos uma boa parceria com a Funai, tendo em vista que essa fundação é considerada guardiã das políticas indígenas, configurando um auxílio necessário para todo e qualquer trabalho direcionado para esses povos”, afirma a titular da SEASDHM, Ana Paula Lima.

Tratando ainda do povo indígena, em seguida, a titular da pasta esteve no Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Juruá (DSEI), onde se reuniu com a coordenadora Iglê Monte, a assistente social, Maria Evanizia e o secretário executivo do Conselho Distrital de Saúde Indígena (Condisi), Luiz Valdemir.

O objetivo da reunião foi saber sobre como está o trabalho da assistência e saúde para os indígenas e propor apoio para a rede sempre que necessário. A equipe apresentou a proposta de uma oficina que será ofertada pela SEASDHM, que tratará sobre o protocolo de atendimento aos indígenas, preparando a rede municipal e os líderes indígenas.

A técnica de referência em assuntos indígenas, Andreia Guedes, explica que o objetivo é trazer os indígenas para perto da assistência e não afastá-los como costuma acontecer.

“Queremos que essa oficina ofereça o conhecimento de como atender o povo indígena de uma forma adequada. A SEASDHM fará essa oficina com todos os servidores da assistência social do município, queremos melhorar essa relação entre assistência e indígena”, afirma a técnica.

Na sexta-feira, 11, a secretária de Assistência Social se reuniu com o presidente da União Municipal das Associações de Moradores de Bairros de Cruzeiro do Sul (UMAM), Gilvan Santos, e o diretor de imprensa da UMAM, Erivelton Castro.

Programa Qualifica Acre

Dando continuidade nas agendas, a titular da SEASDHM, acompanhada das equipes do Sistema Fecomércio e da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), representando o governo do Estado, reuniram-se com os vice-prefeitos e representantes de cada município do Vale do Juruá para apresentar o Programa Qualifica Acre.

O objetivo do programa é levar qualificação e requalificação profissional para pessoas em vulnerabilidade social nos 22 municípios acreanos, pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG).

Para o diretor de Educação Profissional do Senac, Abrão Maia, esta é uma ação muito importante para que aqueles que foram afetados drasticamente pela pandemia possam ter uma oportunidade futura de uma colocação no mercado de trabalho ou para atualizar-se naquelas profissões que já atuam ou até mesmo empreender no próprio negócio buscando a melhoria de vida da sua família.

A prefeitura, com o auxílio da Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social, irá selecionar os alunos para as vagas ofertadas.

Finalizando as agendas, a secretária Ana Paula Lima, esteve no Educandário de Cruzeiro do Sul para participar da programação em alusão ao Junho Violeta, mês de conscientização da violência contra a pessoa idosa. Esteve presente a secretária municipal de assistência social, Delcimar da Silva, o coordenador do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Madson Cameli, o diretor do educandário, Rinauro Freitas, a diretora do Lar Vicentino, irmã Simone e a psicóloga do CREAS, Cintia Maiola e os presidentes das entidades não governamentais.

Junho Violeta

A programação falou sobre a importância deste mês de junho e da necessidade de ficar alerta com os idosos. “Este mês é voltado para a conscientização e precisamos ficar atentos a qualquer sinal de violência contra pessoa idosa”, diz a titular da SEASDHM.

Para a secretária municipal de assistência social, Delcimar Leite, é de grande importância realizar uma programação voltada para a realidade dos idosos.

“Recebemos muitas denúncias e quando realizamos a visita, vemos coisas que partem o coração. Não é só um mês que vai fazer mudar essa realidade, mas precisamos usar o Junho Violeta como impulso para conscientizar durante todos os dias”, afirma a secretária municipal.

Na oportunidade, a secretária anunciou aos presentes a liberação, por meio do Governo do Acre, dos recursos de emendas parlamentares estaduais para as entidades não governamentais de Cruzeiro do Sul. “Foi uma programação necessária, além de falarmos das causas da pessoa idosa, compartilhamos de boas notícias para as entidades e para todo o Juruá durante as agendas”, conta Ana Paula Lima.

O que eles disseram

“O Vale do Juruá passa por momentos difíceis e nós precisamos fazer uma mobilização a respeito do ensino profissionalizante, afinal, muitos filhos não pretendem ou não têm condições financeiras para sair do seu município e estudar em outro lugar. Ofertar esses cursos abrirá grandes oportunidades”. Prefeito de Marechal Thaumaturgo, Isaac da Silva Piyãko.

“Vivemos dias de grandes tribulações, principalmente no contexto mundial. Acredito que esta iniciativa em trazer formação profissional para aproximadamente quatro mil pessoas no Vale do Juruá é louvável e nós precisamos buscar a solução para a realidade pós-pandemia, esses cursos são saídas alternativas para trazer o melhor para os cruzeirenses”.  Vice-prefeito de Cruzeiro do Sul, Henrique Afonso.

“Esse momento é de muita gratidão. Nós do município de Mâncio Lima atravessamos muitas dificuldades e esses cursos serão fundamentais para auxiliar neste momento difícil onde o mercado de trabalho vem sendo tão difícil de ingressar”. vice-prefeita de Mâncio Lima, Ângela Valente.

“Parabenizo a sensibilidade em oferecer esses cursos. Rodrigues Alves está de braços estendidos para aceitar esse desafio da formação profissional para as pessoas que desejam adquirir uma profissão e através dela tirar seu sustento”. Vice-prefeito de Rodrigues Alves, Nilson da Silva.

“Nosso município é um pouco distante e de difícil acesso, isso dificulta muito em fazer trabalhos como esses. Essa é uma oportunidade única e estamos de portas abertas para essa parceria”. Representante do município de Porto Walter, Maiany Jeles.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!