Rio Branco, Acre, 31 de julho de 2021

No Acre, pessoas de 60 a 69 anos foram as que mais morreram por Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

No Acre, pessoas entre 60 e 69 anos foram as que mais morreram de Covid-19. Até o momento, 412 acreanos nessa faixa etária perderam a vida para a pandemia. O número representa 24% do total, ou quase 1/4 das vítimas.

Em seguida, no ranque, aparecem idosos de 70 a 79 anos, com 395 mortes, seguido da faixa etária dos 80 anos ou mais, com 357 óbitos.

O ranque acima é de número absoluto de óbitos. No entanto, se analisada a incidência de mortes em cada faixa etária, o resultado se inverte, com pessoas de 80 anos ou mais ocupando o topo da lista e as de 60 ficando em terceiro.

Ainda em dados absolutos, acreanos entre 50 e 59 anos somam 261 vidas perdidas. Na faixa dos 40 anos foram 172 mortes por coronavírus. Na de 30, 82 mortes. Óbitos na faixa dos 20 anos são mais raros e somam, no Acre, 27.

Nove jovens de 10 a 19 anos morreram no estado, enquanto que quatro crianças de 1 a 9 faleceram pela doença, número inferior à quantidade de bebês, seis.

Ao todo, 1.725 acreanos perderam a vida para a Covid-19 em 15 meses de pandemia.

  • Por Leandro Chaves, do Contilnet.
ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!