26.5 C
Juruá
sábado, junho 25, 2022

Aliados de Lula pressionam por mudanças na campanha após subida de Bolsonaro

Por

Depois de amargarem a demora do PT em consolidar a troca de comando na comunicação da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aliados do petista aumentaram nos últimos dias as pressões por uma mudança no tom da campanha. O clima entre apoiadores do petista é que é preciso fazer o quanto antes um freio de arrumação. Como tem muita coisa para consertar, não há tempo a perder.

O plano de substituir o ex-ministro Franklin Martins andou no início desta semana, com a notícia de que o ex-ministro de Dilma Rousseff Edinho Silva deve mesmo assumir a vaga. Ele defende uma campanha mais pragmática e voltada ao centro, para conquistar o eleitor que historicamente não vota no PT.

Partidos que integram a base de Lula querem mais. Já falam em ampliar sua participação – e principalmente seu poder de voz – no comitê responsável por tomar as principais decisões da campanha petista. Desde o começo da corrida, o PT promete dar assento nesse grupo às legendas que apoiarem Lula. Mas, daí para decidir em conjunto, o passo é grande.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!