28.2 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

Em Cruzeiro do Sul: Acre ganha segundo Centro Integrado de Comando e Controle do Ministério da Justiça

Por

O Acre foi contemplado com a instalação de um Centro Integrado de Comando e Controle (Cicc), em Cruzeiro do Sul, que deverá entrar em funcionamento no segundo semestre do ano. A notícia foi dada na tarde desta terça-feira, 3, ao governador Gladson Cameli, pelo titular da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), Alfredo Carrijo, no Ministério da Justiça.

Gladson Cameli recebeu o anúncio com bastante alegria, pois havia marcado a reunião para apresentar o andamento das obras do centro, em Cruzeiro do Sul, e pedir ao secretário Carrijo uma atenção especial para o Acre, já que o estado está prestes a cumprir sua parte, exigida pelo Ministério da Justiça, que é a entrega das instalações físicas onde o programa vai funcionar.

Acompanhado do representante do Acre em Brasília, Ricardo França; do chefe da Casa Militar, coronel Negreiros; e do representante mobilizado da Sejusp/AC em Brasília, tenente-coronel Casagrande; o governador Gladson Cameli entregou um relatório das obras que estão sendo realizadas em Cruzeiro do Sul e assegurou que até o meio do ano as reformas no prédio serão concluídas.

Gladson Cameli agradeceu o apoio efetivo do governo federal nas reivindicações do Acre, e, em especial ao Ministério da Justiça, que tem apresentado uma parceria excepcional, reconhecendo as fragilidades das fronteiras do estado com o Peru e a Bolívia, e a necessidade de se promover uma barreira inteligente contra o crime, tráfico de drogas e armas. “Estamos juntos com o presidente Jair Bolsonaro e só temos que agradecer todo o apoio que temos recebido de todos os órgãos federais. O Acre é um estado que sabe corresponder ao apoio e à mão amiga que nos é estendida” frisou.

Gladson Cameli agradeceu o apoio efetivo do governo federal nas reivindicações do Acre, e, em especial ao Ministério da Justiça. Foto: David Casseb

Segundo Carrijo, o governo federal determinou a instalação de mais nove centros de controle em diversos estados do Brasil, e o Acre entrou na lista de prioridades, devido à posição estratégica de fronteira com o Peru e a Bolívia. Explicou ainda o secretário que, tão logo as obras e reformas sejam concluídas, a instalação dos equipamentos terá início, já que a licitação já foi feita e tem um prazo de 90 dias para entrega dos produtos após a assinatura do contrato.

Núcleo de Controle do Juruá

Em Rio Branco, informado da reunião, o secretário de Estado de Segurança, Paulo Cézar dos Santos, expressou contentamento com o andamento do projeto. “O Cicc servirá para oferecer maior cobertura das ações da Segurança Pública em nível nacional e em tempo real, com o fortalecimento das ações de prevenção e investigação de roubos, assaltos e crimes, trazendo consequentemente respostas mais rápidas e eficientes ao cidadão em situação de acidentes e riscos a sua segurança ou à segurança do Estado. E, dentro desse sistema a nível nacional, teremos nosso Núcleo Integrado de Inteligência do Juruá (NIIJ), que coordenará todas as ações em nível de Estado, com atividades integradas das polícias estaduais (Militar e Civil) e até da Polícia Federal, no combate ao narcotráfico e tráfico de armas”, explicou Paulo César.

Quando as obras e reformas forem concluídas, a instalação dos equipamentos terá início. Foto: David Casseb

Com a estrutura física pronta como contrapartida do Estado, o Ministério da Justiça entregará para funcionamento do Cicc, os seguintes equipamentos:

Sala do Núcleo de Operações e Controle NOC
– Estrutura para matriz de monitores para a Sala NOC; videowall composto por 8 monitores de 55”; controladores de imagem para sala de monitoramento; central de compartilhamento + roteador Wi-fi; matriz de áudio digital; um microfone com bateria recarregável e carregador do fabricante; uma caixa acústica amplificada tipo Soundbar; um rack de 20U.

Sala de Gerenciamento de Crise
Estrutura para matriz de monitores para a sala crise; videowall composto por 4 monitores de 55”; controladores de imagem para sala de monitoramento; central de compartilhamento de imagens + roteador Wi-fi; processador de áudio digital; 2 microfones com bateria recarregável e carregador do fabricante; 2 caixas acústicas de coluna com suporte original do fabricante; um amplificador de potência digital de 4 canais; um rack de 20U.

Ricardo França, que representa o governo do Estado na capital federal, frisou a importância na concretização do importante projeto. “Estamos satisfeitos com mais um empreendimento de êxito do Acre junto ao governo federal. Estamos dia a dia em contato com os órgãos federais, buscando acelerar os projetos de interesse do Estado, pois somos, como sempre realço, a mão estendida do Acre em Brasília”, destacou.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!