24 C
Juruá
domingo, junho 26, 2022

Estado apoia evento de integração comercial entre Brasil e Peru

Por

Promovido nesta segunda-feira, 23, o encontro realizado na Casa da Indústria Acreana, em Rio Branco, reuniu prefeitos e empresários de Cuzco e Madre de Dios, do Peru, com o objetivo de promover a integração comercial entre os países. O evento é ofertado pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Sindicato de Produtos Alimentícios do Acre (Sinpal) e Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict).

Representando o governador, o titular da Seict, Assurbanipal Mesquita, falou sobre a importância e o objetivo do evento: “Estamos empenhados em construir uma integração entre os países por meio do turismo, da gastronomia, e do comércio, sendo um ponto de partida bem interessante para começarmos a concretizar as parcerias e as relações comerciais”.

O presidente do Sindicato da Indústria de Produtos Alimentares do Acre (Sinpal), José Luiz Felício, explica que: “Essa é uma ação para que eles possam trazer produtos que não são feitos aqui e nós possamos levar a nossa produção para o Peru. Estamos alinhando um trabalho para introduzir esse produtos na culinária acreana a preços acessíveis”.

“Esses laços já estão bem estreitados. Tivemos agora a confirmação de que a indústria acreana tem condições de comercializar com o Peru, por intermédio de uma empresa que vai fazer todo o trâmite de internacionalização. Então, isso já facilita, e estamos batalhando para ter uma escala maior dessa balança comercial, destaca o presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro.

O empresário Alejandro Salinas, da empresa Andino Exportação, conta que os produtores agrícolas da região do Vale Sagrado dos Incas viviam do turismo e, com a pandemia, se viram obrigados a voltar para a agricultura, e começaram a produzir novamente, mas perceberam que não tinha mercado, pois as principais cidades peruanas já  tinham outros produtores próximos.

Durante o encontro foi realizada uma mostra de produtos acreanos e peruanos. Foto: Fhaidy Acosta

“Esses produtores entraram em contato conosco e apresentamos o mercado da região norte a eles, então viram a possibilidade do intercâmbio e da relação comercial. Assim, esse evento foi pensado para que os produtores se conheçam e haja um intercâmbio de produtos, seguindo a logística de levar produtos peruanos e voltar com produtos da região norte para abastecer a região amazônica e da cordilheira dos Andes”, expõe o empresário.

Compuseram o dispositivo de honra o presidente Sinpal, José Luiz Felício; o presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro; e o presidente da Agência de Negócios do Acre (Anac), Evilando Achaad.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!