23.3 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

Gladson Cameli confirma que vaga ao senado ‘está sob a responsabilidade’ de Márcio Bittar

Por

Nesta quinta-feira (19), o governador Gladson Cameli (Progressistas) se reuniu com o senador Márcio Bittar (União Brasil) e esclareceu o que detalhes a respeito das eleições de outubro de 2022. Segundo Cameli, a indicação para a vaga ao senado de seu grupo político está nas mãos de seu aliado, que há meses vem tentando articular para que Márcia Bittar (PL) seja a indicada.

“Eu me reuni com o Márcio, colocamos a conversa em dia. E falei para ele que a vaga do nosso grupo ao senado está em suas mãos. O Márcio é quem vai escolher. Então, se ele me trouxer o nome hoje, amanhã eu já faço o anúncio”, disse o governador.

O chefe do Palácio Rio Branco contou que na conversa ficou acertado que eles deverão se encontrar novamente até a próxima quarta-feira (25), para definir a data em que será feito o anúncio do indicado ao senado e do vice. “Isso será resolvido dessa forma. Não voltarei atrás. Acordo é acordo” disse Cameli.

Ao ser questionado sobre qual candidato ao senado receberá o apoio do Palácio, o governador preferiu passar a responsabilidade para Bittar. “Ele vai decidir. A vaga é dele. Ele vai ser o meu sucessor em 2026. Ele tem influência em três partidos, acredito que vá tirar o candidato de uma dessas siglas”, ponderou.

A respeito da situação do deputado federal Alan Rick (União Brasil) que tentará uma vaga no senado nas eleições de 2022, Cameli disse que o impasse deverá ser resolvido por Bittar, já que Rick pertence a sua sigla. “Eu gosto demais do Alan, meu amigo, mas isso não cabe a mim, e sim ao Márcio. Até onde eu sei existia um acordo entre a executiva nacional do PL e União Brasil para que o melhor posicionado nas pesquisas, fosse o indicado. Mas o Márcio deve resolver”, disse.

Sobre Mailza Gomes ainda se articula para ser candidata à reeleição, o governador explicou que essa já é uma questão resolvida. “Já está tudo resolvido com o Ciro Nogueira. O mandato da Mailza na direção da executiva estadual termina agora e já chegamos a um acordo que ela será candidata a deputada federal com todo o apoio do partido”, frisou já descartando que o PP terá candidato ao senado.

Sobre o vice, o chefe do Palácio disse que o escolhido passará pelo seu crivo. Ele indicará três nomes de sua preferência e colocará para avaliação de seu grupo, sendo que a palavra final ainda será sua. “A palavra final será a minha. Vou indicar a lista tríplice para o nosso grupo, mas no final quem escolherá sou eu. Não quero mais bate cabeça com vice”, encerrou.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!