33.9 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

Vereador e ex-secretários de saúde de Tarauacá são alvos de operação da Polícia Federal

Por

O vereador Pedro Claver (PSD), o ex-secretário de saúde, Dey Martins, e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Jarbas Lopes, foram alvos de mandados de busca e apreensão nas primeiras horas desta quarta-feira, 25. executados por agentes da Polícia Federal. A ação faz parte da Operação denominada Klerotorion e visa apurar crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá. Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados, com a participação de aproximadamente 16 Policiais Federais.

De acordo com a PF, as investigações iniciaram em agosto de 2021, ocasião em que a Delegacia de Polícia Federal de Cruzeiro do Sul descobriu um esquema de compra de votos operado por uma associação criminosa formada por um vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal.

Os candidatos investigados ao pleito eleitoral de 2020 negociaram votos com eleitores para os cargos de Prefeito e vereador, ambos da cidade de Tarauacá. A suposta trama delituosa era concretizada pelos candidatos quando entregavam aos eleitores vantagens diversas como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios, dentre outros. Durante as diligências policiais, verificou-se que parte dos recursos utilizados na compra de votos era oriundo do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato.

O ac24horas apurou que a investigação tem como foco a gestão da ex-prefeita da cidade Marilete Vitorino, que não concorreu a reeleição. Claver, que atualmente é vereador, era secretário de saúde na gestão passada e quando deixou o cargo para disputar as eleições, indicou Dey Martins.

O nome da operação faz menção à máquina de justiça utilizada pelos gregos que sorteavam os candidatos que assumiriam posições de autoridade em Atenas. A prática impedia que forças econômicas e religiosas exercessem influência sobre a escolha dos representantes do povo, acarretando o monopólio do poder político.

  • Com informações do AC24horas.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!