22.2 C
Juruá
terça-feira, junho 28, 2022

Com aumento de 3,7%, AC tem o terceiro maior preço do metro quadrado do país

Por redação.

O Acre registrou um aumento de 3,7% no preço do metro quadrado da construção civil no mês de maio. É o que aponta o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado nesta quinta-feira (9), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme os dados, o estado acreano teve um aumento de R$ 63,24 do mês do abril para maio deste ano e saltou de R$1.673,57 para R$ 1.736,81 no último mês.

O que fez com que o custo médio da construção civil no estado continuasse como o mais caro da região Norte e o terceiro mais alto do país como já tinha ocorrido em abril.

Com essa média, o Acre ficou atrás apenas dos estados do Rio de Janeiro e Santa Catarina. Além disso, também ficou acima da média nacional que teve custo de R$ 1.601,76.

No acumulado do ano a variação foi 7,61%. Já nos últimos 12 meses o acumulado foi de 20,10% ante os 16,72% do mês anterior. O custo do metro quadrado é composto pelo preço do componente material, que atualmente.

Aumento de combustíveis impacta

Quado ainda estava em fase de conclusão, a ponte sobre o Rio Madeira, entre os estados do Acre e Rondônia, havia uma perspectiva da Federação das Indústrias (FIEAC), de que houvesse uma economia de 5% a 6% no transporte de alimentos e materiais.

Porém, com a aceleração dos preços, o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Acre (Sinduscon), Carlos Afonso, disse que o reflexo deste aumento se deve principalmente ao transporte, impulsionado pelo preço do diesel. Hoje, a ponte tem facilitado ainda no tempo de espera de até 12h, segundo explicou.

“Todos os nossos insumos vêm do Sul do país e do Sudeste e isso é reflexo do transporte. O combustível está aumentando de uma forma crescente. A ponte do madeira melhorou, porque era para estar maior ainda o custo. Então, podemos dizer que é reflexo do transporte. O insumo aumentou pouco o que teve maior impacto foi o frete, quando aumenta o diesel, aumenta tudo”, pontuou.

  • fonte: g1.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!