22.2 C
Juruá
terça-feira, junho 28, 2022

Operação Castanheira II: 61º Batalhão de Infantaria de Selva do Juruá participa de ação nas fronteiras

Por Redação O Juruá em Tempo.

Do dia 06 a 10 de junho, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva desencadeou a Operação Curaretinga (Castanheira II), que visa intensificar a presença do Exército Brasileiro nas fronteiras dos estados de Rondônia e Acre, combatendo os delitos transfronteiriços e ambientais ao longo de 3.680 Km de fronteiras.

A operação teve ações fluviais e terrestres desenvolvidas pelo Comando de Fronteira Acre / 4º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron Acre / 4º BIS); Comando de Fronteira Rondônia / 6º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron Rondônia / 6º BIS); e Comando de Fronteira Juruá / 61º Batalhão de Infantaria de Selva (C Fron Juruá / 61º BIS).

Participaram dessa ação cerca de 600 militares, 9 embarcações e 38 viaturas do Exército Brasileiro. Para realizar a operação foram articuladas integrações com Instituições Federais, Estaduais e Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF) dos Estados de Rondônia e do Acre, totalizando o efetivo de 96 agentes empregados, dentre os quais: Polícia Federal (PF); Polícia Rodoviária Federal (PRF), Receita Federal, Polícia Militar e Civil (PM/PC) dos estados do AC e de RO; Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Instituto de Meio Ambiente do Acre.

Nessa operação foram implantados além de Postos de Bloqueio e Controle de Estradas (PBCE), Postos de Bloqueio e Controle de Vias Urbanas (PBCVU), Postos de Bloqueio e Controle Fluviais (PBCFlu) e Patrulhas Motorizadas (Pa Mtz), também foram realizadas inspeções em embarcações e veículos e revistas em pedestres e ciclistas. Foram apreendidos dragas, embarcações, motor de popa, combustível, equipamentos eletrônicos e arma de fogo.

No que diz respeito a participação da mão amiga durante a operação, foram realizadas Ações Cívico Social (ACISO) nas localidades de Nova Mamoré (RO) e na Terra Indígena Puyanawa (AC). As comunidades receberam atendimento médico e odontológico e participaram de um momento cívico em escolas.

De acordo com a comunicação social do C FRON Juruá / 61° BIS, o resultado dessas ações da Brigada Príncipe da Beira contribuiu para a diminuição no índice de delitos transfronteiriços e ambientais. E, além disso, a operação foi importante para estreitar os lações de amizade entre a Força Terrestre, Órgãos de Segurança Pública, Agências Ambientais e a população local.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!