31.8 C
Juruá
sábado, junho 25, 2022

“Safrinha” eleva em 34% produção de milho no Acre em 2022, prevê Conab

Por redação.

No Acre, a área cultivada de milho da segunda safra, também chamada de safrinha, é de 5,5 mil hectares, aumento de 1,8%, comparada à safra anterior. Ao final, na comparação entre a 1ª e 2ª safras de 2021 espera-se crescimento de 34% na produção desse grão em 2022 na safrinha.

A cultura se encontra em fase de maturação, e as chuvas ocorridas em abril e maio foram favoráveis ao seu desenvolvimento. A colheita já se iniciou em algumas áreas, cerca de 15%, com previsão de término para julho.

Os dados são do levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgado nesta quarta-feira (8).

Safrinha é o cultivo realizado logo após a safra, em condições de sequeiro. Ela ocorre nos meses de janeiro, fevereiro e março e serve apenas para culturas como milho, feijão, soja e algodão que têm seu ciclo bem mais curto que as culturas perenes.

Durante a safrinha, as altas temperaturas podem prejudicar a produção e enchimento de grãos, como tem ocorrido esse ano em algumas regiões do Brasil.

Mas o termo Safrinha vem sendo substituído, aos poucos, por Segunda Safra graças à tecnologia que tem permitido um aumento de produtividade, apesar das condições climáticas desafiadoras. Resultados que têm dado a época um peso importante ao agronegócio.

Em todo o País, na atual temporada, o destaque é realmente a recuperação de 32,3% na produção de milho. Com uma produção estável na 1ª safra do cereal, próxima a 24,8 milhões de toneladas, a 2ª safra do grão tende a registrar uma elevação de aproximadamente 45% se comparada com o ciclo anterior, passando de 60,7 milhões de toneladas para 88 milhões de toneladas.

  • Por AC24horas.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!