27.5 C
Juruá
segunda-feira, julho 15, 2024

Criticado por faltar votação no Senado, Bittar diz que Malafaia exagera na patrulha ideológica

Por Leandro Chaves, da Gazeta do Acre.

- Publicidade -

Criticado pelo pastor Silas Malafaia por não ter comparecido à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para votar contra o projeto de lei que regulamenta cassinos e jogos de azar, o senador Márcio Bittar disse que o líder evangélico exagera na patrulha ideológica.

Em vídeo gravado para as redes sociais, o parlamentar do União Brasil justificou a ausência na sessão e disse que permanece contrário ao projeto, conforme teria prometido ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Eu acho, apenas, que o pastor Silas Malafaia, que merece meu respeito até pelas posições com o presidente Bolsonaro, exagerou na patrulha ideológica. Eu achava que a patrulha ideológica é uma arma apenas da esquerda”, disse Bittar.

O senador foi criticado pelo líder religioso porque seu substituto na votação se posicionou a favor do PL. Segundo Malafaia, isso contribuiu para o andamento da proposta na casa legislativa. Bittar, por sua vez, disse que sua presença não teria alterado o resultado e que “a parada vai ser resolvida mesmo é no plenário”.

“Eu acho apenas que no Brasil, as facções criminosas acabarão tomando conta desses jogos, como já tomou conta de parte da economia brasileira e parte do território nacional, porque o estado já não controla mais. As facções são quem comandam”, afirmou Bittar, ao adiantar seu voto.

- Publicidade -
Copiar