36 C
Juruá
sexta-feira, julho 19, 2024

Marca acreana “Além do Cacau” inova com chocolate com farinha de mandioca e comemora sucesso

Por Nicolle Araújo, dO Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Neste domingo, 7 de julho, foi comemorado o Dia Mundial do Chocolate, celebrado nesta data por marcar a suposta chegada do chocolate à Europa no século XV. Originário da América Central, era utilizado pelos Olmecas em 1500 a.C. e posteriormente pelos Maias e Astecas, embora em formas distintas das que conhecemos hoje. A paixão pelo doce evoluiu ao longo do tempo, incorporando ingredientes variados como frutas, amendoins e outros doces.

Leandro Brasil, acreano fisioterapeuta com paixão por chocolate, fundou a marca “Além do Cacau”, que vende mais de mil barras do chocolate “O Acre Existe” por mês. O diferencial da marca é o uso da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul no chocolate, inspirado por sua esposa e pelo costume regional de combinar farinha com leite condensado como sobremesa. A marca possui duas unidades, uma em Rio Branco (AC) e outra em Foz do Iguaçu (PR), e planeja expansão nacional.

“Nós nunca tínhamos visto chocolate com farinha de mandioca, claro que tinham chocolates produzidos por alguns parceiros que faziam já com cupuaçu, com açaí e outras coisas regionais, mas eles não são da Amazônia, então queríamos deixar nossa marca”, explica Leandro.

Além do chocolate com farinha, estão sendo estudados outros ingredientes locais como castanha do Brasil e cupuaçu para os produtos. Leandro também projeta que toda a produção seja realizada no Acre, inclusive o cacau, com apoio do governo, através da Secretaria de Agricultura. Ele acredita que, em três ou quatro anos, o estado será um grande produtor de cacau, similar ao estado vizinho Rondônia, que tem se destacado nacionalmente.

Por fim, com planos de expansão para outras partes do Brasil, incluindo novas unidades em Foz do Iguaçu e São Paulo, Brasil celebra o sucesso da “Além do Cacau”. Orgulhoso de alcançar reconhecimento nacional com produtos tipicamente acreanos, ele valoriza as conquistas obtidas fora do tradicional eixo sul-sudeste do país, reforçando a identidade e a cultura do Acre através de sua marca.

“Estamos bastante orgulhosos, porque hoje temos alcance nacional, grandes marcas e empresas já nos veem, e poder fazer isso com uma empresa e produtos tipicamente acreanos, sendo de fora do eixo, é muito gratificante”, celebra o fundador.

- Publicidade -
Copiar