Levantamento pelo MP aponta redução de crimes no Acre

Levantamento realizado pelo Ministério Público aponta que nos primeiros quatro meses do ano, houve queda nos índices de roubo e mortes violentas em todo o Acre. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira, 1º.

Os dados foram coletados pelo Observatório de Análise Criminal do Ministério Público. Que  trabalha de forma independente e atua como órgão fiscalizador, a fim garantir a manutenção dos serviços públicos, sem qualquer ligação ou interferência do governo.

A avaliação foi feita de janeiro à abril e mostra que a redução dos crimes contra a vida foi de 27, 3%, se comparado ao mesmo período do ano passado. Entre os municípios do interior que mais se destacaram, Cruzeiro do Sul apresentou expressiva redução de mortes com 83%, seguido de Capixaba, que em 2018, gerou quatro ocorrências de morte entre janeiro à abril. Já este ano, Capixaba e outros seis municípios do estado, ainda não notificaram crimes em que foram registradas mortes violentas. A capital acreana apesar de concentrar 66% dos casos de homicídio, se manteve em redução com 11,8%.

“A tendência para os próximos meses é de queda. E para manter os índices em baixa, os órgãos que compõem o Sistema Integrado de Segurança Pública tem reforçado o policiamento, principalmente na capital, com operações diárias em locais onde há maior incidência de crimes”, explica o secretário da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar.

O secretário enfatiza ainda que as operações tem focado na apreensão de armas de fogo e cumprimento de mandados, tirando de circulação materiais que fomentam o crime e pessoas em conflito com a lei. “Além disso, o estado também vem promovendo mudanças dentro do sistema prisional, afim de evitar a comunicação com o meio externo e promover o cumprimento das penas”, comenta.

Crimes contra o patrimônio

Segundo a análise do Observatório de Crimes, em avaliação o período de janeiro à abril de 2019, o número de roubos na capital, também apresentou melhora comparado ao mesmo período do ano passado. A redução foi de 16,4%. Em todas as regionais essa redução foi visível, com exceção dos bairros que compõem o Segundo Distrito onde comporta o maior número de bairros de Rio Branco. A média que em 2018 era de 21,7 ocorrências de roubo, baixou para 18,2, em 2019.

“As blitz nas estradas e saídas do estado e reforço do policiamento em rodovias, tem ajudado na redução dos índices. Este ano foi implantada uma tecnologia de última geração, que monitora a situação de veículos em tempo real e vem alavancando a recuperação de veículos”, finaliza o secretário.