Secretaria de Saúde se reúne para abordar estratégias sobre o novo financiamento “Previne Brasil”

Novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde fara parte do âmbito do Sistema Único de Saúde do município
Nesta quarta-feira, 4, a Secretaria de Saúde reuniu seus coordenadores no posto de saúde da 25 de Agosto para discutir sobre o novo modelo de financiamento “Previne Brasil” que vai ampliar o acesso da população a consultas médicas, exames e outros serviços prestados na Atenção Primária.
Os recursos que serão distribuídos pelo Ministério da Saúde têm como base três critérios: o número de pessoas acompanhadas nos serviços, a melhora das condições de saúde da população, e ainda a adesão a programas estratégicos.
O financiamento atende a novas regras, que cada equipe irá receber de acordo com a sua produtividade “Isso é interessante porque o dinheiro só vem conforme os cadastros e quantitativos de usuários que são determinados de acordo com cada área, e o profissional recebe pelo seu desempenho, fazendo com ele avalie, monitore, elabore reuniões e perceba onde é que estão os erros e acertos para conseguir avançar,” endossou Valéria Lima, coordenadora do núcleo de educação e saúde.
“Com esse novo financiamento eles querem focar ainda mais na informatização do sistema, porque trabalhamos muito, porém agora teremos irá modernizar através dos cadastros e queremos passar ainda mais para a população que é importante atualizar o cartão do SUS,” frisou Catiana Rodrigues, chefe do departamento de regulação, avaliação e controle dos sistemas.
.