Tarde de terror: em menos de 30 minutos, 2 são mortos e 5 feridos na capital

Moradores da Baixada da Sobral, em Rio Branco, viveram uma tarde de terror durante este sábado (27). Em menos de 30 minutos, a população testemunhou a ação das facções que atuam na capital acreana. Dois homens foram mortos a tiros e cinco pessoas ficaram feridas. Os crimes ocorreram nos bairros Floresta Sul, Aeroporto Velho, Bahia Velha e Carandá.

A Primeira ocorrência aconteceu no bairro Floresta Sul, dois homens estavam num Fiat Pálio de cor azul, quando vários homens armados em 8 motocicletas se aproximaram e efetuaram cerca de 7 tiros contra o veículo, o motorista foi ferido com dois tiros, um no braço e outro nas costas. Mesmo ferido o condutor do carro conseguiu chegar no Pronto Socorro em Rio Branco e ser atendido.

Após o ataque no bairro Floresta, os criminosos seguiram para o bairro Aeroporto Velho e feriram a tiros três pessoas na rua Ary Rodrigues. Segundo a polícia as vítimas, Antônio José de Souza, de 43 anos, o senhor Francisco Santos da Silva, 51 anos e uma mulher identificada como Cecília estavam em um bar quando os faccionários se aproximaram e efetuaram vários tiros. Antônio foi atingido com 3 tiros, na cabeça, peito e perna e morreu no local. Já Francisco e Cecília foram conduzidos ao Pronto Socorro pela ambulância do Samu em estado de saúde estável.

O outro ataque dos criminosos aconteceu na rua Mendes Sá, no bairro Bahia Velha, o jovem Marcos Yuri Silva, de 22 anos, foi ferido com quatro tiros nas costas em via pública, foi socorrido pela viatura do suporte avançado do Samu e encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

E o por fim, na rua Pero Vaz de Caminha no bairro Carandá, 4 homens em duas motocicletas se aproximaram do jovem Francisco Oliveira Ponciano, de 20 anos, que estava sentado numa calçada, e o mataram com 4 tiros, três dos projeteis na cabeça e um na nádega. Um roçador que estava próximo de Francisco também foi ferido e conduzido pelo Samu ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco em estado de saúde estável.

De acordo com a polícia o ataque foi uma resposta de uma facção após a morte do ex-presidiário Nadison Júnior de Souza, de 19 anos, morto com 3 tiros na cabeça na tarde de quarta-feira (24) no bairro João Eduardo.

A Polícia segue com as buscas na Baixada da Sobral, mas até o final desta matéria ninguém havia sido preso.

Os crimes serão investigados pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Com informações do AC24horas.