Rio Branco, Acre, 3 de agosto de 2021

Vizinha à Terra Indígena do Gregório, fazenda de 150 mil hectares de Ratinho é penhorada pela justiça

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O apresentador do SBT, Carlos Massa, conhecido como Ratinho, está passando por uma blitz promovida pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, órgão do Ministério da Fazenda. O objetivo é buscar em seus bens valores para quitar uma dívida tributária de R$ 74 milhões referente ao Imposto de Renda.

De acordo com in formações da revista Época, sua fazenda no Acre, avaliada em R$ 225 milhões, é um dos bens penhorados para garantir o pagamento da dívida. Foi solicitado à Agência Nacional de Aviação Civil que informasse sobre as aeronaves em nome de Ratinho. A defesa do apresentador e empresário está contestando a cobrança na Justiça, pois discorda da metodologia aplicada para calcular o imposto.

A antiga Fazenda Paranacre, atual Radam, possui cerca de 150 mil hectares e faz limite com a Terra Indígena do rio Gregório, onde vivem os povos Katukina (cinco aldeias) e Yawanawá (oito aldeias) totalizando cerca de mil e duzentas pessoas. A área também faz divisa com as florestas públicas do Rio Liberdade, Gregório, Mogno e a Terra Indígena Kaxinawá Praia do Carapanã. O grupo no Acre é representado pelo empresário Dante Luiz Francefchi, sócio de Carlos Massa, o Ratinho.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!