Rio Branco, Acre, 23 de julho de 2021

Acre teve os maiores preços de combustíveis da região Norte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O comportamento de alta dos combustíveis foi registrado em todas as regiões do país. Na região Norte, de maneira geral, a gasolina, que em maio era vendida ao preço médio de R$ 4,094, avançou 2,47% em junho e foi vendida a R$ 4,195 o litro. O etanol, com aumento de 0,59%, foi vendido a R$ 3,568, enquanto o diesel foi encontrado pelos motoristas ao valor médio de R$ 3,543, um incremento de 0,31% em relação a maio.

Já na análise por estado, diferentemente de outras a região Norte apresentou queda no preço do diesel e do etanol em alguns lugares. O Amazonas apresentou o etanol mais barato, vendido em junho a R$ 3,277, baixa de 3,4% em relação ao preço de maio, e o diesel teve um recuo de 0,9%. O Acre lidera os preços mais altos, com a gasolina a R$ 4,540 (+0,8%), o diesel a R$ 4,08 (+1,2%) e o etanol com o litro a R$ 3,852. Em maio, o etanol não havia apresentado volume significativo de consumo no Acre.

Os dados são do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), cujo levantamento é realizado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da empresa francesa Edenred Brasil, que administra 1 milhão de veículos, com uma média de oito transações por segundo.

“Desde o início do ano, o Norte se destaca pelos preços mais altos nos combustíveis, em especial o diesel, porém, o último IPTL nos mostra que, no mês em que boa parte do país apresentou alta nos preços, alguns estados da região ainda registraram recuo nas bombas. De qualquer maneira, a região ainda tem as maiores médias para o diesel e o etanol”, afirma o head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

Os menores preços para a gasolina foram registrados no Amapá, que teve o litro vendido ao valor médio de R$ 3,563, com aumento de 6,6%, em relação a maio. Pará e Roraima tiveram baixas nos valores do diesel: 0,1% e 2,0%, respectivamente. Já no Tocantins, embora com aumento de 2,7%, o diesel foi comercializado com o menor valor da região, R$ 3,106. Rondônia registrou alta para todos os tipos de combustível, com o maior índice para o diesel, 1,8%, o que fez com que o preço médio do combustível ficasse em R$ 3,396.

Ainda de acordo com o estudo realizado pela Ticket Log, os preços apresentados em junho demonstram que, embora existam perfis diferentes para cada veículo, foi mais vantajoso financeiramente abastecer com gasolina no Pará, Amazonas, Tocantins, Acre e Pará. Já Roraima e Rondônia não apresentaram índices de consumo de etanol suficientes para análise.

*Por Raimari Cardoso, com informações da Assessoria Ticket Log.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.