Rio Branco, Acre, 1 de março de 2021

Presidente da Câmara de Rodrigues Alves pede “sabedoria de Deus” e defende ampliação da licença maternidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Ex-jogador de futebol pelo Náuas e com formação em História, Neto do Jamilson exerce o seu segundo mandato como vereador; e desta vez, também como presidente da Câmara. Seu pai, Jamilson, foi policial e também vereador em Rodrigues Alves. Neto concedeu entrevista ao site O Juruá em Tempo.

Neto acredita que sendo vereador em Rodrigues Alves poderá dar uma contribuição significativa através da política: “Sou formado em História e também tenho um serviço prestado nos esportes. Hoje, Graças a Deus, a gente está na política também para ajudar as pessoas.”

JT – Este é seu segundo mandato, a que você atribui sua reeleição?

Neto – Concluímos essa reeleição pelo PSD do senador Petecão. O primeiro mandato fizemos um mandato independente, e com isso conseguimos fazer um mandato muito produtivo defendendo a população e as categorias. Também uma das coisas boas do nosso mandato foi conseguir durante os quatro anos não faltar em nenhuma sessão, mantivemos todas as presenças nesses anos e conseguimos nos reeleger com mais votos do que na eleição passada. Fizemos um mandato independente e produtivo.

JT – Com mandato independente quer dizer que em alguns momentos você se opôs ao prefeito Sebastião e às vezes o apoiou?

Neto – Apoiamos àqueles projetos e propostas que beneficiavam a população aqui em Rodrigues Alves; por outro lado, fomos contra àqueles que entendíamos que não beneficiavam a população. Nosso posicionamento era apresentado ao povo por meio das redes sociais e carro de som. Com isso, quero mostrar que não fazíamos apenas a defesa na câmara, mas mostrávamos o que estávamos defendendo.

JT -Você poderia dar um exemplo de alguma proposta da prefeitura que você se opôs?

Neto -Uma das propostas foi o aumento da taxa de iluminação pública. Em nosso país já há muitos impostos e não concordei com o aumento na taxa. Fui um dos vereadores que levou essa situação para o conhecimento e debate com a população; embora, não conseguirmos êxito, já que o aumento foi aprovado.

JT – Você sempre fala que representa as categorias profissionais. Quais seriam elas?

Neto – Durante o primeiro mandato atuei toda vez que foi solicitado nosso apoio por toda e qualquer categoria profissional; mas, a Educação foi uma das categorias onde atuamos mais diretamente. É de minha autoria o projeto que amplia a licença maternidade e paternidade dos servidores. Esse direito já é previsto pelos governos federal e estadual; e agora, o projeto já foi sancionado.

JT – O que muda com esse projeto municipal?

Neto – Esse projeto municipal amplia o tempo de dedicação exclusiva da mãe junto ao bebê. Entendemos que é necessário esse período tanto para as mães quanto para as crianças. Essa ampliação é justamente para equiparar o servidor municipal aos do estado e os federais. Agora, a mãe terá 180 dias de licença maternidade e o pai 21 dias.

JT – Você sempre foi ligado ao atual prefeito Jailson, e agora também ao senador Sérgio Petecão. Como está pensando esse mandato?

Neto – Para mim é algo novo. Eu queria isso, mas a gente sabe que agora como presidente da Câmara, a responsabilidade é ainda maior. Por isso, venho sempre pedindo sabedoria a Deus para esse desafio.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.