Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Ministério Público do Acre fecha o cerco contra grileiros da Reserva Estadual do Antimary e abre investigação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Ministério Público do Acre (MPAC) abriu investigação para apurar a denúncia de que terras da Reserva Estadual do Antimary estão sendo invadidas por grileiros. A investigação é conduzida pelo promotor de Justiça Luís Henrique Correa Rolim.

No último dia 10, a Polícia Federal deflagrou a Operação Providência, que teve como objetivo cumprir cinco mandados de busca e apreensão em propriedades localizadas na área da Reserva.

Por meio de análise e monitoramento via satélite de alta precisão, a Polícia Federal identificou áreas com aumento significativo de pontos de desmatamento ativo, com tendência de crescimento originado em outubro do ano passado.

O texto publicado no Diário Oficial do MPAC nesta quinta-feira (18) não traz mais detalhes da denúncia apurada pela promotoria ou se a operação deflagrada pela Polícia Federal tem relação com o fato apurado pelo órgão ministerial.

Com informações Notícias da hora

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.