Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Sesacre envia para Belém amostras de macacos que morreram agonizando no interior

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Núcleo de Zoonoses da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) enviou essa semana as amostras coletadas em macacos para o Instituto Evandro Chagas, em Belém. A suspeita era de que os animais teriam sido infectados pela Covid-19, contudo, somente os exames darão as respostas corretas.

Os animais foram flagrados no último fim de semana agonizando, pelo produtor rural Ruan Vitor, de 30 anos, em Plácido de Castro. Quando a equipe de veterinários chegou ao local, os macacos já estavam mortos.

A suspeita inicial foi de uma Infecção ocasionada pelo Covid-19, porém, em um documento da Sociedade Brasileira de Mastozoologia, pela Universidade Federal do Acre (Ufac), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pelo instituto for Zoo, as instituições destacam que não há evidências de que se trate de um caso relacionado à Covid-19 e citam que a febre amarela pode ser a causa real do problema nos animais.

Com informações ContilNet

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.