Rio Branco, Acre, 12 de maio de 2021

Governo não se opõe a decisão de Bocalom sobre abertura de igrejas aos fins de semana

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Depois que a Prefeitura Municipal de Rio Branco (PMRB) decretou que as celebrações religiosas podem ser realizadas aos fins de semana, mesmo com o decreto governamental que impede a abertura de templos durante o período – seguindo a última decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) -, o executivo estadual se posicionou sobre o assunto.

“O governador do Estado do Acre não se opõe a decisão da PMRB quanto à realização de atividades religiosas aos finais de semana, respeitando os horários de restrição”, diz uma nota enviada pela porta-voz do governo, Mirla Miranda.

“Vale ressaltar que está a cargo do poder municipal criar medidas mais restritivas no que tange à regulação sanitária”, conclui.

Por 9 votos a 2, o STF decidiu nesta quinta-feira (8) que estados e municípios podem impor restrições a celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas, em templos e igrejas durante a pandemia de Covid-19 — divergiram os ministros Nunes Marques e Dias Toffoli, apenas.

Logo que o Estado publicou o decreto impedindo a realização das celebrações aos finais de semana, a PMRB, em seguida, tornou público o seu, autorizando o funcionamento das igrejas no mesmo período em que os supermercados e postos de gasolina podem funcionar – das 7 às 18 horas.

Com informações ContilNet

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.