Rio Branco, Acre, 20 de junho de 2021

Após ficar 17 dias internado e vencer a Covid-19, proprietário de máquinas pesadas ensina nova profissão a jovens

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Brasil tem, de acordo com dados do Ministério da Saúde, 13.714.135 pessoas recuperadas da Covid-19. Para alguns, o fato de já ter tido a doença é motivo para relaxar e não seguir à risca as recomendações para evitar novo contágio; mas, para outros, a rotina de cuidados não mudou e, inclusive, ficou ainda mais intensa.

Israel Candido, de 67 anos de idade, morador da cidade de Cruzeiro do Sul, nos contou sua história de superação, ele está há dois meses em recuperação. Após ficar 17 dias internado no Hospital Regional do Juruá e ter 60% dos pulmões comprometidos, o Sr. Israel decidiu ajudar jovens a ter uma profissão como operadores de máquinas pesadas.

Antes da doença, Sr. Israel, que é proprietário da empresa Transrael, nos revelou que usava seu tempo apenas para cuidar de sua empresa, e que não tinha nenhum interesse em ensinar outras pessoas seu ofício; mas tudo mudou após ser infectado com a Covid-19 e ficar longos dias no hospital. Mesmo com algumas dificuldades com a leitura, ele resolveu ensinar o que sabe sobre máquinas pesada.

“Mesmo com pouco estudo eu resolvi ensinar esses jovens a ter uma profissão, porque não sabemos o dia de amanhã. Essa é uma pequena forma de agradecer a Deus por mais chance de vida que Ele me deu”, afirmou Israel.

O instrutor ainda falou sobre o tratamento que teve enquanto esteve dentro do Hospital Regional do Juruá, considerando um dos melhores até hoje. Ele parabenizou toda a equipe pelo tratamento recebido e falou sobre os cuidados que os jovens deverão ter para não contaminarem seus parentes.

“Devemos nos cuidar ao máximo, graças a Deus eu tive uma nova oportunidade; mas algumas pessoas não têm a mesma chance. Eu deixo aqui um apelo aos jovens que se cuidem para não transmitir esses vírus para as pessoas de sua família” enfatizou.

De acordo com o infectologista Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, mesmo quem já teve a doença deve continuar tomando cuidado. “É importante que quem já teve a doença continue se prevenindo, continue com as medidas preventivas: usando máscaras, higienizando as mãos e evitando aglomerações”.

Até o momento, o Acre registra 222.220 notificações de contaminação pela doença, sendo que 138.846 casos foram descartados e 24 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 78.400 pessoas já receberam alta médica da doença, e 138 pessoas seguem internadas até o fechamento desta matéria.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.