Rio Branco, Acre, 19 de junho de 2021

Idoso vai ao banco de maca para fazer prova de vida

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Um idoso de 80 anos, que a família pediu que não fosse identificado, teve que ir de maca até uma agência do Banco do Brasil para realizar a prova de vida, obrigatória para beneficiários do INSS. O caso aconteceu em Piripiri, cidade a 163 km de Teresina, na sexta-feira (4). O banco informou que não tem detalhes sobre o caso e orientou que há como fazer a prova de vida online.

A família disse que o idoso teve que realizar a prova de vida para que continuasse recebendo o benefício do INSS, já que ele é aposentado.

Os familiares informaram que o valor da aposentadoria do idoso consegue pagar apenas os remédios, uma cuidadora e uma fisioterapeuta para cuidar dele. Para a família, a situação foi humilhante.

“Meu Deus, é revoltante, humilhante. O tanto que a tecnologia está avançada não teria outro método pra fazer? Um absurdo”, lamentaram.

Posicionamento do banco

Procurado, o Banco do Brasil informou não ter detalhes sobre o caso específico. A assessoria de imprensa deu apenas orientações de como fazer a prova de vida sem ter que ir pessoalmente às agências. Veja a íntegra do posicionamento do banco:

“Os beneficiários do INSS e correntistas do Banco do Brasil podem fazer a prova de vida por meio do app BB, sem a necessidade de comparecimento à rede de agências.

Basta que o cliente tenha o app instalado em seu smartphone. Ao acessar sua conta entre no menu > serviços > prova de vida INSS, tire foto de seu documento de identificação, frente e verso, e uma selfie. Pronto!

Além do AppBB, os beneficiários do INSS podem fazer prova de vida pelo TAA com biometria e na rede de agências. Todos os clientes que recebem suas aposentadorias ou pensões do INSS em outros Bancos agora podem trazer seus benefícios para o BB em um bate-papo no WhatsApp. Para realizar a portabilidade do benefício, é só conversar com o BB no número 61 4004 0001.

Um familiar informou que foi até o banco antes de levar o idoso, mas foi informado de que ele teria que ir pessoalmente. Ainda segundo a família, o banco disponibilizou uma ambulância para levar o homem, mas chegando ao local ele teve que ir de maca até a porta da agência.

“Fazer prova de vida de um idoso acamado durante uma pandemia? Não teria um funcionário capacitado para ir na casa do idoso neste caso específico? , questionaram os familiares.

Acamado há um ano

O homem vive acamado e tem a saúde debilitada desde que sofreu um AVC há cerca de um ano. Segundo a família, ele sequer consegue andar de cadeira de rodas e precisa de cuidados constantes.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.