Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Leo de Brito é impedido de levar água às lideranças indígenas que se manifestaram no Congresso Nacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O deputado federal do Partidos dos Trabalhadores do Acre (PT/AC), Leo de Brito, foi barrado por seguranças ao tentar entregar água e prestar apoio às lideranças indígenas, que ocuparam a cúpula do Congresso Nacional, na tarde desta terça-feira, 8.

Os líderes indígenas protestaram contra o Projeto de Lei (PL) 490/2007, que abre as terras indígenas para a exploração econômica predatória e inviabiliza, na prática, novas demarcações. Os indígenas exigem que o PL 490 seja retirado de forma definitiva da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJC) da Câmara dos Deputados.

“A proposta é inconstitucional e prevê abertura das terras indígenas para exploração econômica predatória e inviabiliza novas demarcações. O projeto está na pauta da CCJ para ser apreciado nesta quarta-feira, vamos lutar para retirá-lo de pauta definitivamente. Nossa luta é em defesa dos povos indígenas, que estão sendo massacrados pelo governo Bolsonaro”, disse o parlamentar acreano.

Após diálogo, o deputado adentrou na manifestação e se uniu aos povos originários na manifestação.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.